Arena Tensai - O retorno

Ola senhores e senhoras! A Arena Tensai foi um forum de RPG interpretativo à muitos anos atrás (mesma época do orkut) e está na hora de voltar a ativa!


    LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Compartilhe
    avatar
    Sieg
    Admin

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 27/01/2016

    LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por Sieg em Sab Jan 07, 2017 11:37 pm



    Ola, amiguinhos!


    Com o objetivo de relembrar os velhos e amados tempos de orkut que vivem em nossos corações, decidimos fazer uma lutinha entre amigos para honrar àquelas maravilhosas memórias. Ela será composta pelo nossos queridos Chrono (Jean Gene) e Croco (All Might). BORA SE DIVERTIR POVÃO!

    Modelo de luta: Prologo + 5 Rounds + Interrupção do juiz

    Modelo de julgamento: Bom senso (Movimentos e danos) + Método de interpretação (interação com o leitor) + Uso da personalidade em luta

    Juízes: Mirai - Allen - Sieg (Obs: Julgamentos individuais)

    Arena: Vale do fim (Horário: 18:00 PM - Pôr do sol)



    Os lutadores deverão começar encima das mãos em selo das estatuas acima. Chrono irá iniciar.

    Boa sorte aos dois!


    Última edição por Sieg em Sab Fev 04, 2017 8:32 am, editado 2 vez(es)
    avatar
    ChronoStorengher

    Mensagens : 8
    Data de inscrição : 10/01/2017

    Prologo feito no celular - Bora =D

    Mensagem por ChronoStorengher em Qua Jan 11, 2017 4:16 am

    Haviam se passado dois anos desde que Angra foi derrotado. O imenso demônio tinha sido um pé no saco, mas não era páreo para o verdadeiro poder divino do God Hand, ainda mais que agora ele estava completo, as duas mãos de Deus reunidas.



    Devil Hand em seu ultimo ato, após a derrota, arrancou o próprio braço esquerdo e o entregou ao herói. Gene agora tinha duas God Hands para defender e ela, Olivia, lhe enchia o saco por isso.
    — Hey! Gene!
    — Oh Deus, o que essa puta louca quer? Eu não estou nem ai...
    Ela veio andando sobre a planície de grama media e flores do campo, onde Gene relaxava deitado sobre a sombra de uma grande árvore, tranquilo, desligado do resto do mundo, tanto que uma borboleta pousava sobre uma das botas do guerreiro. O sobretudo sem mangas era característico de Gene, assim como a caveira partida em suas costas e agora os seus dois braços com tatuagens tribais imensas do ombro ate as mãos.



    Olivia se aproximou, sempre com um sorriso no rosto e uma voz gentil, a loira de corpo escultural se posicionou próximo a Gene, afugentando a borboleta e a paz do herói.



    — Gene! Por que não está ajudando os camponeses da vila? Os demônios fizera um imenso estrago enquanto aguardavam Angra ressuscitar.
    — Angra demorou séculos para voltar, eu o derrotei há dois anos, eu ainda tenho tempo pra relaxar. — Respondeu com desdenho, ainda de olhos fechados.
    — Você não pode relaxar Gene, você é um herói, devia estar por ai fazendo coisas boas.
    — Quem disse que o que eu estou fazendo não é uma coisa boa? Além do mais a única coisa em que eu sou bom é espancar lombos — Riu do próprio duplo sentido, afinal tinha mania de literalmente espancar o lombo das demonías que cruzavam seu caminho.



    — Impossível! Vamos Gene, levante-se! Agora! — Inclinou-se bem próximo ao rosto de Gene, ainda de pé, arqueado as costas e colocando as mãos sobre a cintura. Mini saia, blusa decotada, Olivia sabia como se vestir e como provocar Gene.
    O jovem colocou as mãos no rosto e sentou-se nervoso.
    — Okay, Okay, eu vou! — Abriu os olhos e deu um close maravilhoso no decote de Olivia — Nice!..
    A mão que espanca lombos chega a tremer. Na realidade, ambas as god hands começavam a brilhar levemente, indicando que seu poder havia se acumulado. Segundos após, um ruído ecoou junto a ventania.
    — Sensei! ONEGAI SHIMASU.
    — What? — Exclamou Gene ao ouvir a conhecida voz vindo do nada.
    De repente uma porta ao estilo orienta, rodeada por uma aura roxa demoníaca, surgiu no meio do campo. Desta porta, saia um guerreiro alto, cabelo comprido e de vestes japonesas típicas. O mesmo puxou uma imensa katana e a apontou para Gene.



    — Você matou meu mestre, o guerreiro da lâmina lunar agora anseia por vingança!
    — Parece que você tem visita — Exclamou Olivia.
    Gene se levantou e caminhou na direção do guerreiro, estalando o dedo.
    — Gene! Onde você vai?
    — Fazer aquilo em que sou bom! Chutar traseiros!
    O guerreiro girou a espada formando uma lua enquanto exclamava.
    — Contemple minha nova técnica secreta! Mundo ninja!
    Ao terminar o ciclo com a espada, a imensa aura demoníaca que circundava o ambiente de repente distorceu a realidade.
    — Se não pude vence-lo no seu mundo, vou vence-lo em um mundo ninja!
    Em pouco segundos, a realidade foi se estabilizando. Gene estava confuso, Olivia assustada, mal conseguia se manter de pé.
    — Gene! Faça alguma coisa!
    — O que esse filho da puta fez? Onde estamos?
    O God Hand não sabia, mas o poder daquele guerreiro havia teleportado-os o vale do fim.
    — Prepare-se para morrer! — Exclamou o samurai demoníaco girando sua espada, desta vez usando a técnica que seu mestre havia usado para tentar vencer Gene: Kage Bunshin.



    Outros 6 guerreiros apareciam na frente de Gene, todos empunhando suas espadas e prontos par atacar, entretanto, Gene já havia enfrentado um inimigo com a exata mesma técnica, o mestre samurai demoníaco.
    — Cenário novo, mesma merda — Riu Gene.
    Repentinamente os 7 guerreiros assumiram sua forma demoníaca ao mesmo tempo. O corpo se tornou nu, negro, cheio de chamas roxas. Seus braços eram lâminas, como a katana que antes portavam.



    Olivia correu para de trás das árvores, assustada.
    — Gene! Tome cuidado!
    — Nice! Esse truque é novo. — Exclamou Gene, entrando em posição de batalha.
    Todos os demônios teletransportaram ao mesmo tempo e surgiam bem próximo de Gene já com as espadas prontas para atravessa-lo. O God Hand flexionou os joelhos e usou uma das suas habilidade mais formidáveis, conhecida como Roulette Wheel. Ao fazê-lo, o tempo parecia passar de maneira muito mais lenta para Gene, permitindo-o executar movimentos de forma muito mais eficientes. Era preciso finaliza-lo logo, todos de uma vez. Suas tatuagens se incandesceram com um brilho dourado. O demônio e seus clones mal se moviam naquele momento. Gene ergueu o braço direito e em um único instante disparou uma rajada de 100 socos de uma força brutal (100 Firsts)



    Tão brutal que os demônio eram lançados ao espaço, literalmente. Ao menos todos teriam sido, mas os clones se desintegraram ainda em pleno ar. Apenas o original ia sumindo no horizonte ainda por inteiro. Gene, ao terminar o golpe, beijou sua God Hand que voltava ao normal. Desesperado, o demônio samurai teletransportou para a cabeça da estatua que ficava do outro lado da cachoeira que estava naquele lugar.
    — Chato! — Exclamou Gene saltitando sobre os pés, animado. — Vem cá!
    Novamente o guerreiro usou sua God Hand, novamente seus braços incandesceram por um instante. Ergueu a mão direita e a força divina puxou o demônio paralisando-o exatamente diante de Gene. Com a mão esquerda, aproveitando que o inimigo estava paralisado, virou um hook de esquerda bem ao pé do que seria o ouvido do bicho. O demônio agora cambaleava, ferido, tonteado, desnorteado. Gene chegou rindo, aquele sorriso de quem ama a luta. Se aproximou do demônio e com apenas um toque do seu dedo, o desintegrou em cinzas (Poke of God), deixando apenas sua katana no lugar.



    — Mamão com açúcar!
    — Muito bom campeão! Agora eu só quero saber uma coisa — Disse Olivia caminhando até o God Hand — Como é que vamos sair desse lugar?
    — Oh merda! Boa pergunta — Levou a mão a cabeça, olhando ao redor, sem ideia de onde estava.
    avatar
    TheCroco

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 29/01/2016

    Prologo - All Might

    Mensagem por TheCroco em Qua Jan 11, 2017 11:23 am

    Nas últimas décadas, poderes de todoss os tipos foram sendo descobertos em humanos aleatórios, as chamadas “quirks”. Com o passar do tempo essa mutação passou a ser mais e mais evidente, e atualmente, 80% da população possui uma “quirk”, deixando os 20% restantes completamente indefesos.
    As “quirks” passaram a ser usadas tanto para o bem quanto para o mal, consequentemente, heróis e vilões começaram a surgir, levando o mundo a uma nova Era. A Era dos Heróis.


    Dentre esses heróis, um homem se destacou.
    O pilar do mundo, o símbolo da Justiça. O Herói n°1, ALL MIGHT.

    Porém, após sair vitorioso numa dura batalha contra o vilão n°1, a chama de seus poderes chegou ao fim, dando início à busca entre os heróis de um novo pilar da justiça.



    Atualmente, na sala dos professores da escola de heróis do Japão.

    - Me pergunto como será o primeiro trabalho oficial do jovem midoriya como herói...? Pensava All might, enquanto sentado no sofá da sala dos professores da escola de heróis, tomando uma xícara de café.
    Sua aparência esquelética e olhos fundos, eram a prova de que a chama de seus poderes haviam apagado de vez. O que restara ao nosso herói era transformar seus alunos nos melhores heróis do pais e continuar a missão que este não poderia mais realizar.

    - Hm? O que é isso?

    No meio da sala um pequeno buraco negro surgia, ganhando tamanho a cada segundo. Quanto maior mais sua força aumentava, puxando os móveis que ali estavam, e logo em seguida All might.
    - Droga! Gritava o pilar da justiça enquanto procurava algo para se segurar e não ser sugado pelo buraco negro. Após segundos o herói acabou mergulhado no buraco.

    - All for one é o responsável por isso?

    Num piscar de olhos, sua visão era completamente outra. Uma paisagem rural imensa aparecia diante de seus olhos. Parecia estar num tipo de montanha, e lhe tomou alguns instantes para este perceber que estava sobre uma gigante estátua.

    - Oh my...
    Olhando ao seu redor, observa que na estátua a sua frente, havia um garoto aparentemente lutando contra alguém, demonstrando possuir ótimas habilidades de luta.


    - A quirk deste garoto.... Logo percebe que suas roupas haviam mudado. O que antes era uma simples roupa social de professor, agora era sua antiga vestimenta de batalha. Com o azul predominante, e o amarelo em suas luvas e botas, era a vestimenta típica de alguém a se destacar.

    - Meus poderes? Não, é algo diferente.

    Num piscar de olhos, tomou a forma usada para ser o pilar da justiça. Havia percebido que algo estava diferente, a chama em seu interior estava recuperada, por algum motivo seus poderes estavam no auge.


    - I'M BACK!



    "— Como é que vamos sair desse lugar?
    — Oh merda! Boa pergunta"





    - Não se preocupe!
    Exclamava o herói após um grande salto, parando sobre os dedos de uma das estatuas, com um enorme sorriso em sua face.

    - Eu estou aqui! My boy, diga-me, qual seu nome?

    Perguntava o herói com seus braços cruzados e um sorriso que ia entre os extremos de cada lado de sua boca.
    avatar
    ChronoStorengher

    Mensagens : 8
    Data de inscrição : 10/01/2017

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por ChronoStorengher em Qui Jan 12, 2017 1:50 am

    - Hum? - Indagou Gene ao perceber a chegada daquele estranho homem.
    - Ele é bem grande, parece ser uma boa pessoa e forte...
    - Já conhecemos pessoas fortes antes, além disso, olha aquele sorriso... - Encarou All Might, dando um close no sorriso.

    ""

    - Aqueles olhos... - Close nos olhos

    ""

    - Não me parece muito confiável não...

    Olivia esboçava um sorriso, como alguém que acabava de ter uma ideia sacana.
    - Vamos lá Gene, se apresente! Não me diga que esta com medo - Disse a garota batendo as mãos nas costas do heroi, o empurrando na direção daquele estranho brutamontes.

    Gene caminhou alguns passos com uma sensação estranha de dejavi. Olhou pra trás, dando as costas para o brutamontes e olhando para Olivia, e la estava ela.



    - Porque essa maluca esta acenando assim? Onde foi que eu vi isso antes? - Lembrou de como Olivia o apresentou aos demônios que lhe procuravam na epoca que ganhou a God Hand.



    Colocou a mão nas costas e tirou o cartaz, jogando-o no chão e pisando nele.

    - Maldita Olivia! Não acredito que você fez isso de novo!

    A loira continuava a sorrir, mostrando o seu pequeno machado.



    - Hora da diversão campeão!

    Gene meneou a cabeça negativamente, resmungando em voz baixa.

    - Eu ainda vou fazer a diversão acontecer na sua bunda... Você me paga por isso Olivia.

    De longe olhou para aquele homem, tentando ver se o conhecia de algum lugar. De fato ele lhe lembrava alguem. As imagens em sua mente falavam por si só...

    Flash Back em imagens escreveu:No Cassino...





    Fim do Flashback

    - Pior que ele parece mesmo...


    Procurou não pensar naquilo, apenas foi caminhando pela cabeça da estatua e saltou até a ponta dos dedos dela.

    - Hey! Big Guy! Meu nome é Gene e... - Reparou melhor no homem a sua frente, parecia muito forte, mas não era como os demonios que estava acostumado a enfrentar - Você não é um demonio... Quem é você?

    Gene era um jovem heroi, mas lutar fazia parte da sua existência, percebia que aquele gigantesco homem poderia ser um bom desafio, um pequeno duelo não faria mal.

    - Hey! Você parece ser muito forte, um bom desafio! Quer me conceder uma dança? - Indagou ao adversário, posicionando-se para o combate.



    - Maravilha... - Passou o dedo sobre o nariz, dando uma leve fungada de empolgação - Eu vou primeiro!

    O clima de batalha era explicito, tenso, afinal sem duvidas aquele cara era muito forte. Gene estava ali, parado, pronto para a luta, em posição, ali... Parado... Parado... Os ventos sopravam no vazio, o barulho da agua era constante e claro, o silencio foi constrangedor. Passou-se segundos com Gene ali parado, só encarando. Olivia balançava a cabeça negativamente se perguntando "que raios ele esta fazendo?".

    - Vai descer? - Perguntou Gene com um sorriso no rosto.

    Enquanto distraia o adversario com aquela pergunta tola e sem sentido, Gene em um movimento muito rapido, levantou e abaixou sua mão (Como Shura de Capricornio Usando sua Excalibur). Umas veloz onda de choque cortante se originou daquele movimento, era a Shockwave. Gene apesar de parecer bobo e brincar quase o tempo todo, era um exímio artista marcial. Seu ataque havia sido direcionado ao braço da estatua, cortando-o fora, queria literalmente tirar o chão de seu adversário. A ideia era justamente que ele ou perde-se equilíbrio se fosse pego de surpresa ou saltasse, para qualquer lado, qualquer um mesmo. O verdadeiro truque seria usar novamente a Roulette Wheel para executar o Chain Yanker. Gene moveu seu braço direito como se pegasse algo no ar e puxasse para si, ao mesmo tempo que All Might sentiria como se a mão de Deus (literalmente falando), invisível, GIGANTESCA, mas realmente invisivel, poderosa, o segurasse e o puxasse, exatamente como havia feito com o demônio há poucos minutos atrás. Caso pego, o brutamontes seria trazido imobilizado na direção de Gene, apenas para que o portador das God hands rodopiasse no ar em um chute rotatório devastador, para jogar seu adversário cachoeira abaixo. Gene continuaria sobre os dedos da estatua onde estava, olhando para ver se sua estratégia deu resultado.

    - Ha-ham! Hey! Big Guy! Como está a agua?!
    avatar
    TheCroco

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 29/01/2016

    Round 1 - All Might

    Mensagem por TheCroco em Qui Jan 12, 2017 3:57 am

    - Demônio?! Gene, my boy.... Neste momento, por instantes, a imagem de sua contra ALL FOR ONE veio em sua mente, aquele dito ser o vilão n°1. Neste mundo não havia outro retrato de demônio para o simbolo da justiça, do que seu arqui-inimigo.


    All for One - O Vilão n°1

    Enquanto o garoto direcionava algumas palavras ao herói, este se recompunha pois sua mente havia se distraído por alguns segundos da situação.


    “ – vai descer? “


    Sem entender o sentido da pergunta, All might se surpreende com a habilidade do garoto, que cortara facilmente parte da estátua onde o herói estava, obrigando-o a saltar em direção à parte superior do gigante monumento.

    - Young boy, você demonstrou estar em excelente form... Suas palavras eram interrompidas ao momento em que o jovem garoto realizava o mesmo movimento presenciado pelo herói anteriormente.

    ‘ – Não consigo me mover! Algo está diferente. ‘ Havia sido a única coisa que conseguiu pensar, antes de receber um chute giratório no peito, jogando o herói com uma grande força cachoeira abaixo, e por fim, se chocando com a parte da estátua que havia sido cortada anteriormente, ocasionando uma forte pressão, afastando por instantes completamente a água que cercava All might. Um grande buraco havia sido criado ao lado da estátua que o herói estava, graças a força do golpe do jovem. A água que vinha lentamente da grande cachoeira, ficara cada vez menor, e o buraco enchia cada vez mais. Qualquer um que presenciasse tal momento, sem dúvidas afirmaria que aquele garoto não era um qualquer, que suas habilidades e corpo excediam o chamado “exceção” mesmo no mundo dos heróis.



    “ - Ha-ham! Hey! Big Guy! Como está a água?! “



    - Refrescante! Respondia o herói já ao lado do jovem, segurando seu braço direito e o jogando em direção à outra estátua.

    - Com licença jovem dama. Com um sorriso que brilhava aos olhos, dizia para a garota que acompanhava gene.

    Num piscar de olhos, o herói antecipa o movimento do garoto indo até a outra estatua e desfere um forte golpe no mesmo.

    - OKLAHOMA, SMASH!!


    All might rapidamente gira seu corpo na vertical, golpeando fortemente gene na cabeça e o arremessando ao chão, antes mesmo que esse se chocasse com a estátua. A força do golpe e giro de seu corpo acaba criando um pequeno tornado, que acompanha a queda do jovem enquanto se fundi com a água da cachoeira, criando uma forte pressão e força na queda, que aumentaria o choque do garoto ao chão. A pressão do golpe era o bastante para movimentar por instantes as arvores que haviam ao fundo e ao longe das estatuas.

    - Gene my boy, sinto dizer que não posso lutar seriamente com você enquanto uma dama está tão perto.
    Dizia o herói em voz alta sorrindo. Seus dentes eram de um branco brilhante, era de se perceber a empolgação do herói. Seus poderes estavam acesos novamente, um jovem com habilidades extremas surgira, era o momento de realizar uma aula extracurricular da escola de heróis do Japão.

    - Está tudo bem, Young boy?
    O tom de zombaria era fato. Queria demonstrar que aquele golpe destrutivo não era nem perto o máximo de seus poderes, e sabia que aquele garoto conseguiria ir mais além.


    ‘ – já está anoitecendo, e não tenho ideia de onde eu esteja. Parece que nem mesmo essas duas crianças tenham também. O que está acontecendo? ‘ Pensa All might, com seus braços cruzados em cima de uma das rochas que existiam no meio da cachoeira. Mantendo seu sorriso brilhante e seu topete partido, que estava novamente em pé após seus movimentos rápidos secar toda a água que havia em seu corpo após a queda. Seu trabalho de herói ainda era necessário, mesmo com um desconhecido a sua frente, ainda tinha que sorrir para demonstrar que estava tudo bem.
    avatar
    ChronoStorengher

    Mensagens : 8
    Data de inscrição : 10/01/2017

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por ChronoStorengher em Sex Jan 13, 2017 4:14 am

    - Ele é bem resistente - Dizia Gene resmungando consigo mesmo. De repente mesmo aquela imensidão de musculos conseguia ser extremamente rapida e sorrateira.

    - O que?! - Se surpreendeu ao ver All Might rapidamente se aproximar, lhe segurar pelo braço enquanto respondia a provocação

    - Refrescante!

    Gene pensou em reagir, mas ficou tão surpreso que não teve tempo de contra atacar. A força daquele homem era tão imensa quanto a velocidade com que ele conseguia se mover. O guerreiro foi facilmente arremessado contra a estatua do outro lado da cachoeira.

    -  Com licença jovem dama. -
    " Jovem dama? Olivia!" Pensou por um segundo temendo que talvez sua garota corresse perigo.

    Gene girou o corpo no ar, em espiral, para recuperar o controle. Novamente, All Might demonstrava o quanto era veloz, quando Gene percebeu, o brutamontes já estava em cima dele lhe desferindo um golpe certeiro em direção a sua cabeça.

    - OKLAHOMA, SMASH!! - Gritou o homem.

    Felizmente, ser um artista marcial não era apenas saber desferir golpes. Instantes antes de ser atingido, Gene moveu seu tronco, como um boxeador, tirando a cabeça da rota do golpe. Agarrou o braço do adversário com uma das mãos, mas aquele Oklahoma Smash não era um simples golpe. A rotação de All Might lançou Gene cachoeira abaixo. O guerreiro mal havia acabado de se levantar, cambaleante sobre a agua rasa e um breve tornado, tufão, sei lá o nome dessa porra quando tem água, mas ta na terra, vinha vindo em sua direção.

    - Você ta de brincadeira!

    Afastou-se rapidamente com um fliper para trás, para sair do angulo de maior impacto e ativou novamente suas habilidades, desta vez para executar o movimento conhecido como La bomba 2. Com uma das God hands incandescidas, golpeou a margem rasa do solo com tamanha força e velocidade que fez o vale tremer. Levantou uma imensa onda de fogo, água e impacto massivo, como em uma explosão. Tudo para dissipar o efeito do tufão e criar um novo. O fogo e impacto criado pelo golpe de Gene evaporou a água e durante um curto espaço de tempo, uma nuvem de vapor que cegava o campo de visão de ambos, além de espalhar a energia de Gene por todo o campo.

    - Ai... - Estalou as costas, tentando amenizar a dor da queda enquanto movia os braços como em um aquecimento.

    - Gene my boy, sinto dizer que não posso lutar seriamente com você enquanto uma dama está tão perto.



    - Já sei... Bom meninos, enquanto vocês brincam, eu vou procurar um hotel para passar a noite. Divirtão-se! - Respondeu Olivia acenando - Gene, não vá se esforçar muito campeão!

    A garota caminhava pela floresta, provavelmente encontraria alguma vila ou aldeia ali nos arredores, afinal alguem teve trabalho para construir aqueles monumentos gigantescos e que... bom, estavam sendo vandalizados pela luta dos dois. Naquele momento o vapor já havia tomado toda a cachoeira. Mal dava para ver um palmo diante do nariz.

    - Está tudo bem, Young boy? - Perguntou o grandalhão

    Gene sorriu, já não poderiam se ver, além de que sua voz ecoava por todo o vale.

    - Ha-Ha! - Respondeu com um riso sarcastico - Que engraçado!

    De repente, All Might seria surpreendido com Gene muito próximo de seu corpo. Graças a Roulette Wheel que antecede o uso de alguns movimentos, o tempo parecia passar muito devagar para Gene. Ele veio como se fosse um fantasma que surgiu de repente com seu punho a uma polegada de distancia de seu peito. O heroi havia usado aquela quantidade absurda de vapor combinada a sua velocidade para se ocultar completamente e se aproximar do adversário sem que ele pudesse perceber. Um lutador normal não conseguiria encontrar alguem dentro daquela nevoa, mas Gene conseguia localizar seus oponentes mesmo sem ve-los. Era por isso que conseguia esquivar-se da maioria dos golpes que lhe direcionavam, mesmo de ataques pelas costas. Surgir tão perto de All Might, sem fazer barulho, a exata 1 polegada de distancia do seu peito, também era proposital. O braço de Gene se incandesceu novamente, um instante após chegar de surpresa, um movimento fantástico popularizado por Bruce Lee no mundo real, One inch Punch.

    - AHHHHH-PRAAAAAAY!!! - Gritou enquanto soltava toda sua força contra o peito do adversário. Uma força tão brutal que mesmo alguém extremamente resistente seria lançado há dezenas de metros de distancia, atingindo a encosta rochosa do vale com impacto o suficiente para criar uma imensa cratera. Isso tudo, além dos prováveis danos nos orgãos internos.

    Gene caminharia com um sorriso no rosto, caso tivesse sucesso, se afastando da água um pouco e erguendo os punhos. Era hora de trocar socos de verdade.
    avatar
    TheCroco

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 29/01/2016

    Round 2 - ALL MIGHT

    Mensagem por TheCroco em Sex Jan 13, 2017 8:06 am

    Enquanto a jovem dama adentrava a floresta em busca de um hotel, na mente de All might vinha a imagem de um de seus melhores alunos, Katsuki Bakugou.

    Katsuki Bakugou - Aluno de allmight - Poder de combustão

    Enquanto o vapor tomava conta de toda aquela região graças ao tufão criado pelo garoto, o símbolo da paz começava a se perguntar qual a relação daquele jovem com a liga dos vilões.

    - Gene my boy, me diga, qual sua relação com o All for One? Dizia o herói após pular novamente para a cabeça de uma das estatuas para escapar completamente do tufão de fogo criado pelo jovem, movendo o braço esquerdo do meio da sua face para o lado, fazendo com que a força e velocidade do seu movimento afastasse toda a névoa ao seu redor.



    “ HAHA, QUE ENGRAÇADO! “



    O pilar da justiça então é surpreendido com o garoto logo a sua frente. Distraído em “limpar” a nevoa, por instantes, perdeu a atenção, restando apenas flexionar as pernas e se jogar para trás para escapar do forte golpe do garoto, aproveitando os seus 2m20 a intenção era dificultar o movimento do jovem a alcançar o herói. Após seu movimento o jovem desfere um golpe direcionado ao peito de All might, que voa em direção à outra estatua, se chocando com a sua cabeça e quebrando-a por completo, causando um grande impacto e pedaços começarem a cair até final da cachoeira.


    - JÁ BASTA! Gritava All might enquanto sua imagem começava a aparecer dentre a poeira que havia levantado após ter sido arremessado. O que antes era a cabeça da estátua agora era onde o pilar da justiça permanecia em pé.


    Apesar de já ser noite, o herói sorria dum branco que se algum terceiro ali estivesse, diria ser capaz de iluminar grande parte do local:



    Não, não era um sorriso dessa vez. O ranger dos seus dentes demonstravam o quanto o herói estava frustrado com aquela situação. A fumaça saindo de seu corpo era a raiva que sentia naquele momento misturado ao golpe recebido.

    - QUAL SUA RELAÇÃO COM ALL FOR ONE? E POR QUE VOCE POSSUI O MESMO PODER QUE O JOVEM BAKUGOU? Enquanto gritava com o garoto, era possível perceber que parte de seu uniforme na região do peito estava queimado, graças ao golpe do garoto. Seu corpo, porém, permanecia intacto. Sua confusão em não entender o porquê o jovem possuía a mesma habilidade que um de seus alunos era compreensível, já que a prova estava em seu uniforme queimado.


    O fato do garoto sorrir após a pergunta do herói, só o fez ficar mais curioso com a relação do jovem com os vilões, sua raiva naquele instante, tomava seu corpo por completo.

    - DETROIT... SMASH!!




    O Herói então desfere um golpe na direção do garoto, porém, com uma força e pressão extraordinárias, fazendo com que uma imensa pressão vá em direção ao garoto. Porém, o que All might mirava não era o jovem, e sim a estátua em que Gene ficara. Logo a pressão se choca com a estatua, que começa a se quebrar em vários pedaços. All might ainda permanecia na mesma posição inicial do seu golpe, era como se enquanto ficasse ali, uma grande pressão ainda tomaria conta da sua frente. A força do golpe causara a reação no vento junto a água a criar novamente um tufão, mas dessa vez de proporção maior ao anterior. A fusão entra a agua e os pequenos pedaços daquela gigante estatua que havia se quebrado começava a fazer as pequenas rochas voarem para todos os lados, danificando grande parte do cenário que ali estavam. Ao final de seu golpe, mesmo que com rachaduras, apenas as pernas do monumento permaneciam. Os pedaços maiores ficavam sobre a laguna ao final da cachoeira.

    - Não deixarei que apague a chama da justiça! Dizia o herói, quer já estava sobre um grande pedaço da estátua quebrada na laguna. Sua postura já não era mais braços cruzados, e sim ambas os braços flexionados e sua atenção já era tomada completamente ao seu redor. Aquele jovem havia demonstrado não ser um qualquer, e isso era o que deixava All might mais confuso.

    - Que lugar é esse? Por que estamos aqui?
    avatar
    ChronoStorengher

    Mensagens : 8
    Data de inscrição : 10/01/2017

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por ChronoStorengher em Sab Jan 14, 2017 4:11 am

    Gene saltitava, atento, animado para lutar. Havia reparado que aquele cara perguntava coisas estranhas... Na hora não tinha ligado muito, mas naquele instante pensou um pouco.

    "All for one?" De que merda ele ta falando?"

    Era complicado para Gene ficar mais de 30 segundos sério em uma luta. Seu jeito de ser era assim. Amava o combate e amava irritar seus oponentes. Ser petulante e era uma marca registrada. O sol que se colocava no horizonte e sumia, enquanto ao longe a lua começava a se erguer no ceu. Gene girava os braços, agitando os pulsos enquanto jogava o corpo de um lado ao outro.

    - JÁ BASTA! - Gritava o brutamontes, se levantando mesmo depois de levar um poderoso soco de uma polegada executado com uma God hand. Era de fato muito impressionante, mas agora parecia que o cara realmente estava nervoso.


    - Uau! Você está bravo? C'mon Big Guy! Não achei que um homem com um traseiro tão grande, essas taturanas que chama de sobrancelhas e esses chifres que chama de cabelo, fosse tão sensivel

    Aquele cara enorme começou a surgir da poeira e desta vez realmente parecia algo assustador. Chegava a sair fumaça de seu corpo enquanto ele rangia os dentes. Gene por um segundo procurou em suas memórias, onde é que ele já tinha visto um cara grande, forte e furioso com ele.

    Memorias de Gene escreveu:Fast resumão das memórias de Gene



    "AHHH SIM! O FELIX!"


    - QUAL SUA RELAÇÃO COM ALL FOR ONE? E POR QUE VOCE POSSUI O MESMO PODER QUE O JOVEM BAKUGOU? - Questionou All Might visivelmente alterado.

    Gene abriu os braços, olhando para os lados com aquela cara de "Quem porra é All for one?" Riu sozinho e pensou em voz alta - Ba o ku o que? Sabe Big Guy, você é maluco! Isso é tudo o que pode fazer?

    A provocação de Gene era constante, mas uma das verdades é que o segredo do God Hand era seu estado de espirito. Toda vez que Gene ficava empolgado, energia da God Hand aumentava. Ou seja, seja excitado com a luta ou com o decote da Olivia, Gene se tornava cada vez mais forte a cada instante. Até aquele momento todos os golpes que havia usado eram uma pequena amostra da God Hand, um breve incandescer, refletindo uma pequena parte do seu poder. O poder real é quando elas são liberadas por completo, por um periodo razoavel de tempo, Gene torna-se algo muito poderoso. All Might finalmente estava saindo do sério e finalmente estava dando a Gene a satisfação que ele precisava para liberar todo o seu poder.

    - DETROIT... SMASH!! - Gritou o grandalhão armando um poderoso ataque.

    - É isso que eu espero de você!

    O golpe de All Might se assemelhava muito ao anterior. Uma onda de pressão enorme era criada apenas com o deslocamento do punho, formando um tornado. A ultima vez que Gene tinha visto algo parecido, precisavam de 5 anões vestidos de Power Rangers para isso. Sério!

    Flashback escreveu:Memória de Gene"




    Fim da memória

    Gene firmou os pés, esperando o golpe atingir a estatua. A pressão e o tufão criaram um grande problema, lançando rochas e detritos para todos os lados.

    - Onde eu já vi isso antes? -Pensou enquanto esquivava dos detritos, tentando se afastar o maximo possivel do ponto de impacto. Lembrou, era outro MALDITO ANÃO, só que esse ao invés de se vestir de Power Ranger, usava psicocinese para mover enormes pedregulhos.

    Outro FlashBack escreveu:

    Mesmo com toda sua esquiva e velocidade, eventualmente foi atingido, na cabeça. Chegou a botar a mão sobre o rosto, um tanto tonteado. A questão é que decidiu poupar poder para poder atacar e por isso, manteve-se na defensiva desta vez. Segundos após o efeito do tufão passar. A montanha de musculos novamente falava em justiça, mas visivelmente pronto para o combate. Gene surgiu em meio a poeira e detritos, ainda na perna da estatua, um tanto surdo pela água que entrou no ouvido e batendo as roupas encharcadas. Não ouviu o que All Might perguntou, apenas o viu na posição de luta e decidiu continuar

    - Ha-ham! Isso foi divertido, mas agora é a hora do troco!

    As mãos que estavam ansiosas para baterem chegavam a tremer, além de liberarem pequenos estalos como se uma corrente de energia passasse pelos braços. Aproveitou toda aquela destruição para ter vantagem. Pegou varias rochas e as jogou para cima. Conforme elas caiam, as socou, chutou e lançou contra o grande homem ali. O ponto interessante é que mesmo uma pesada rocha conseguia ser lançada com a velocidade uma bala de canhão. Mesmo que aquilo tudo causasse um certo dano, caso tivessem efeito, não passava de uma distração para o ataque real, além de jogar terra nos olhos do adversário. A primeira vez que se aproximou do adversário, Gene surgiu pela frente, já com um golpe armado, mas desta vez seria diferente. Avançou para as costas dele, com uma distancia até que razoavel, para não ser detectado. Ao erguer as mãos para o céu, foi como se o tempo tivesse parado. Eis que se fez a luz divina e deu a ele a arma de Deus. Um gigantesco bastão de baseball. Agarrou o bastão com ambas as God Hands e virou um golpe só.



    A força daquela rebatida era impensável, afinal aquilo era um bastão divino summonado pelas duas mãos de Deus e normalmente quem era atingido, saia da casa (Home Run), não era atoa que aquele golpe era chamado de Home Run God.
    avatar
    TheCroco

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 29/01/2016

    Round 3 - ALL MIGHT

    Mensagem por TheCroco em Dom Jan 15, 2017 12:14 am

    Sua visão era ocupada por vários pedaços de pedra da estátua vindo em seu caminho. All might sem dificuldades e com movimentos simples, desviava dos objetos enquanto estes se chocavam com a agua atrás do herói.

    - Jovem Gene, por favor me diga o que planeja. Dizia o pilar da justiça enquanto o garoto surgira nas costas de All might, mantendo uma certa distância. Mesmo com sua velocidade, o herói conseguia apenas juntar seus braços na frente de seu corpo, no intuito de defender o que parecia ser um novo golpe. Num piscar de olhos o garoto empunhava um tipo de bastão brilhante, que logo acerta o símbolo da justiça com uma força descomunal. Lembrando que toda essa situação acontecia num piscar de olhos.

    Uma explosão dentre a água acontecia, enquanto All might continuara a ser empurrado pela laguna a fora, causando grande impacto ao seu redor e uma pressão imensa que fazia ondas surgirem dentre os lutadores. A água agitada era apenas a prova de que ambos estavam aumentando o nível de suas habilidades, e o ambiente em volta pagava por isso.


    Vão de All might com outros heróis

    Por um momento, o herói que nunca havia sido pressionado de tal maneira, se deu conta de que Gene não era apenas um desconhecido, e também aquele que estava sendo capaz de eliminar o vão que existira entre Toshinori e os vários heróis existentes no mundo. O vão que ninguém até hoje havia tido êxito em eliminar.

    Um pequeno tornado surgia, eliminando por alguns segundos a água envolta do herói. Receber o golpe por completo do garoto não havia sido tarefa fácil, o que causou à All might ficar a uma grande distância das estatuas e dos entulhos onde Gene ficara.

    - Muito bem, Gene my boy. Dizia o Pilar da justiça enquanto a agua jogada pelo pequeno tornado que já se dissipava voltava a cair.



    Considerar All might com seu uniforme

    Por instantes, era possível ver um All might diferente. Um lado de seu corpo era praticamente outra pessoa. Seu topete e músculos, passavam a ser um longo cabelo caído e um corpo já não mais tão forte assim. Aquele golpe havia surpreendido até mesmo o herói n°1, causando uma certa instabilidade na chama de seus poderes. Por um momento, apesar de pequeno, o símbolo da paz era ALL MIGHT / TOSHINORI YAGI, ao mesmo tempo.

    - Peço desculpas caso eu pegue muito pesado.

    O tom de voz do herói já não era mais raivoso como anteriormente, sua calma, aquela calmaria necessária ao símbolo da paz já retornara. No momento que a água jogada aos céus já havia retornado completamente à laguna, a aparência do herói já era a mesma de sempre, com um sorriso capaz de iluminar até os lugares mais escuros. Este, porém, não estava mais onde o pequeno tornado havia sido criado, e sim atrás do jovem garoto, numa curta distância. Seu uniforme, apesar de possuir vários rasgos devido os golpes recebidos, já estava seco, assim como seus cabelos, prova de que o Pilar havia usado novamente aquela velocidade gritante de tempos atrás.

    - Essa luta, só quer aproveitar isso para si mesmo, não é? Enquanto dizia tais palavras, All might segura o jovem Gene pela sua cintura, aproveitando que este não estava numa guarda defensiva (aqui, foi aproveitado o fato de que Gene não especifica sua guarda ao final de sua última ação), sem muitos problemas devido a diferença de altura e força física, logo em seguida terminando por desferir um suplex no garoto. Toda essa ação, usando da mesma velocidade usava para se locomover até o jovem, no intuito de surpreende-lo.
    A força do golpe era tamanha para quebrar o resto dos entulhos que estavam ali, causando uma pequena explosão. Qualquer um que visualizasse a cena, não diria que aquilo havia sido um simples golpe marcial, e sim uma explosão gerada por uma bomba.

    “ Não é o bastante.“ Pensava o herói, já na altura da estátua que ainda possuía seu corpo (mas não a cabeça) após um rápido pulo, enquanto virava suas costas em direção ao jovem ao chão.

    - New Hampshire, SMASH!!!

    Grita All might se jogando em direção ao garoto, usando seu corpo como um enorme Cilindro, aproveitando seu peso e tamanho. Ao se chocar ao chão e ao garoto, que provavelmente estaria atordoado com o golpe anterior, um grande impacto é causado, o maior até agora, explodindo tudo ao redor. A água mais agitada que anteriormente batendo aos restos da estátua, criava um forte som ao longe.

    “É verdade que não tenho muito tempo sobrando. Meu poder tem sumido mais rápido que o esperado.“ Pensa o herói após se locomover até as pernas da estátua quebrada, enquanto observa e fecha um de seus punhos, como se reacendesse sua motivação.

    “Mas preciso fazer isso.“ Terminava de pensar enquanto apontava com uma de suas mãos, um joia para a direção do garoto. As intenções dessa atitude não eram claras, mas nenhuma surpresa para aquele que possuía o fardo de ser o herói N°1.
    avatar
    ChronoStorengher

    Mensagens : 8
    Data de inscrição : 10/01/2017

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por ChronoStorengher em Ter Jan 17, 2017 4:27 am

    Incrivel, aquela montanha de músculos recebeu o Home Run God, capaz de lançar demônios literalmente no centro da via láctea, e suportou os danos. O ambiente sofreu com o impacto, até as águas da cachoeira se espalhavam pelo vale pela onda explosiva do impacto cinético da rebatida.

    - (Assoviou) Esse cara é duro na queda, gosto disso

    All Might estava bem longe, Gene recuperava o folego que normalmente nunca perdia. Um fio de sangue escorria dentre seus cabelos junto com o suor. Poucos haviam percebido que Gene havia sido atingido algumas vezes enquanto tentou escapar do tal Detroit Smash, aquela pressão toda teria matado-o se não fosse extremamente abençoado com tamanha resistência.

    - Se eu não acabar com isso logo, ele vai acabar me matando... - Disse a si mesmo enquanto de longe o grandalhão parecia continuar a rufar palavras de ordem e justiça. Novamente All Might parecia mover-se com extrema velocidade, exatamente como havia feito no inicio daquela batalha. Gene não estava em posição de luta, talvez porque um bom artista marcial consiga atacar e se defender em qualquer posição.

    - Essa luta, só quer aproveitar isso para si mesmo, não é? - Dizia a voz de seu oponente. Gene talvez estivesse em grandes apuros.

    Enquanto Isso - Olivia finalmente chegava a uma pequena vila escreveu:

    - Olá! Alguém pode me indicar um hotel por aqui ou me dar um mapa?

    Disse a jovem donzela, enquanto entrava em um estabelecimento que parecia um bar. Sentada no balcão, a atendente foi até ela e respondeu.

    - Olá viajante! Existe um hotel logo a frente na vila e olha... Este é um mapa do país do fogo, talvez te ajude a encontrar o seu caminho - Disse a atendente sorrindo.
    - Ohh droga! País do Fogo? Meu Deus, onde eu estou? Por favor, me veja um drink, eu preciso pensar - Disse aflita.

    Pagou o drink com moedas de ouro. A atendente no inicio achou estranho, mas quando viu o material, não pensou em recusar.

    - Por favor! Sente-se aqui e fique a vontade! Aceite esse delicioso licor

    Olivia não entendeu muito como pode ter tamanho luxo, mas aflita, sentou-se e deliciou-se com o licor



    - Espero que o Gene não demore muito, não faço ideia de onde estamos, mesmo com esse mapa.

    - Me desculpe dama, talvez eu possa ajudar - Disse um homem de longos cabelos brancos, aparência um pouco mais velha e vestes tipicas da região.



    Olivia se espantou um pouco por não ter percebido a presença daquele homem em sua mesa, mas ele aparentava ser uma boa pessoa. Ao menos seu sorriso transpirava confiança.

    - Desculpe, mas eu não o percebi. Meu nome é Olivia, quem é você?
    - Eu? Eu sou apenas um escritor que está viajando atrás de novas ideias para meu livro, mas me diga, está sozinha? - O homem preferiu não dizer seu nome, parecia misterioso, mas mesmo assim continuava parecendo confiavel para Olivia.
    - Não, eu estou aqui com o Gene, fomos trazidos pra cá por um demônio ninja que estava atrás da God Hand... Não sei como ele nos trouxe, mas agora estamos presos aqui, seja lá onde estamos
    - Um ninja demônio, isso parece interessante, me conte mais sobre esse seu amigo e esse ninja, talvez eu tenha uma ideia de como lhe ajudar bela dama - Sorria com certa serenidade enquanto olhava Olivia nos olhos.

    A garota sorriu, era uma longa história, mas bem, não fazia ideia de para onde iria, talvez beber e contar sobre o mundo dela ajudasse a encontrar o caminho de volta para casa.

    - Bom... Gene é um jovem heroi em meu mundo, ele é conhecido como God Hand, mas nem sempre foi assim... Os braços de Gene na verdade pertenceram a um grande herói que surgiu em uma era de trevas, onde um anjo caído se tornou um demônio muito poderoso, Angra tentou destruir o mundo dos homens, escravizando toda a humanidade usando uma legião de demônios para isso. Um homem que carregava em si o poder de Deus desafiou Angra e toda sua legião. Com as próprias mãos conseguiu vencer e banir Angra do mundo dos homens também.

    - Parece ter sido um grande herói, como nosso Hokage

    - Eu não sei bem o que significa Hokage, mas pessoas passaram a chamar aquele poderoso guerreiro de God Hand. Mesmo anos depois, mesmo após partir, os braços daquele guerreiro continuaram poderosos. Um clã decidiu então que guardaria e zelaria pelos dois braços. Bom... Eu pertencia a este clã, mas nós fomos traidos. - Olivia parecia ficar um tanto emocionada, desviava o olhar por alguns segundos.

    - Clãs, traições, nos temos bastante disso por aqui também... Infelizmente o mundo está cheio de ódio.

    Olivia enxugou os olhos e tomou um generoso gole do licor que saboreava.

    - Minha família acabou assassinada por seu ex noivo, Azel. No começo ele se apresentou como um protetor, alguém que junto comigo seguiria a tradição de manter as God Hands seguras, mas no fim, ele acabou seduzido pelo poder dos braços e decidiu rouba-los. Azel se apoderou do braço esquerdo e com aquele poder, assassinou todos. Apenas eu consegui escapar junto com o braço direito. Precisava manter o poder completo longe das mãos de Azel, não poderia permitir que todo aquele poder caísse nas mãos dele...

    - Parece ter sido uma situação bem difícil, sinto muito pela sua perda - Respondeu o homem enquanto tomava um gole de sake.

    - Tudo bem... As coisas ficaram muito ruins antes de melhorarem. Quando eu os demonios souberam da queda do meu clã, uma legião tentou me caçar, tentando pegar o braço direito que estava comigo. Eu tentei esconde-lo, mas acabei sendo descoberta. Eu estava em grande apuros, eles decidiram decepar meu braço para que eu contasse onde estava a God Hand. Eu achei que ia morrer, mas foi ai que eu conheci Gene... Nunca conheci um cara tão cabeça oca e idiota quanto ele, nem mais corajoso.

    O homem de cabelos brancos abriu um grande sorriso, parecia refletir, pensar, havia ternura naquele olhar.

    - Cabeça oca, idiota e muito corajoso... hahaha, é impressionante como acaba de descrever o meu aluno favorito. - Enquanto dizia aquilo, podia-se ver nos olhos daquele homem, que ele se lembrava de alguém...



    - Tenho certeza que este Gene é um grande homem

    Olivia lembrou bem de como conheceu Gene, era nostálgico lembrar de como tudo parecia tão perdido e acabou em uma imensa reviravolta.

    - Quando os demonios tentaram arrancar meu braço, Gene interveio. Ele tentou sozinho lutar para me proteger, arriscou a própria vida por alguém que ele nem ao menos conhecia, tudo porque para ele, aquilo era correto. Gene pagou caro por isso - Olivia lembrava de uma das cenas mais brutais da sua vida, quando os demônios arrancaram o braço direito de Gene, deixando-o agonizando no chão...



    - Graças ao Gene, eu consegui escapar ilesa. Eu me senti tão mal por ele. Eu devia minha vida a ele, talvez mais do que isso... Então, para pagar um pouco da divida que eu tinha com aquele heroi, eu lhe dei o braço direito, eu lhe tornei o God Hand e Gene não conseguia pensar em outra coisa que não fosse fazer justiça e se vingar dos demônios que estavam causando tanto mal a humanidade.

    Olivia sabia que Gene tinha ido atras do seus algozes, lembrava daquele incidente

    - Com as proezas de Gene acontecendo por ai, salvando pessoas e banindo demonios, ele começou a ser conhecido como o God Hand, exatamente com o antigo heroi, mas muitos não gostaram daquilo, especialmente Azel, meu ex-noivo passou a ser conhecido como Devil Hand. Azel se uniu aos demonios e juntos, passaram a nos caçar. Transformei Gene em um alvo, mas quando soube de Azel, sobre minha familia, isso mudou Gene por dentro. Ele decidiu cuidar de mim, me proteger.

    - Feels

    - Não importava como... Gene enfrentou uma legião de demonios, mesmo quando Azel me sequestrou, ele não desistiu de mim. No fim das contas, Azel e Gene se enfrentaram pelo poder das God Hands. Foi uma luta terrivel, mas Gene nasceu para usar aquele poder.

    - Lembranças

    -  Azel, ao ser derrotado, caiu em desgraça e com isso, revelou o seu verdadeiro mal... Angra, o demonio que havia sido banido, havia corrompido Azel, feito com que ele matasse minha familia e se tornasse Devil Hand. Angra assumiu o corpo dele para ressuscitar no mundo dos homens, mas como um ultimo ato de redenção, Azel arrancou sua própria God Hand e a deu a Gene.

    - Que loucura... O que aconteceu então? - Perguntou o homem que ouvia a história com bastante atenção.

    - Gene usou as duas God Hands para enfrentar Angra



    - E venceu. Depois de Angra ser banido, nos passamos a viajar juntos, ajudando as pessoas das vilas, banindo os demonios remanescentes que apareciam e atormentavam as pessoas, mas hoje, enquanto conversávamos no campo, um dos demonios surgiu de um portal com uma estranha espada. Eu não entendi bem o que aconteceu, mas ele disse algo sobre nos levar ao mundo dele... Então ele usou aquela espada para criar um ciclo no ar. Quando percebemos, já estavamos naquele estranho vale. Gene derrotou o demonio com facilidade, mas desde então ficamos presos. Pra piorar um outro cara aparentemente muito forte apareceu e Gene decidiu enfrenta-lo.

    Naquele momento o homem de cabelos brancos coçou o queixo, refletindo. Com sua sabedoria, ele sorriu e respondeu a garota.

    - Hmm... Talvez o segredo do que aconteceu com vocês não esteja no homem que os trouxe aqui. Talvez a chave para que você volte para casa seja aquela espada. Eu acho que é a melhor aposta para encontrar a saída.

    Olivia refletiu por alguns segundos, arregalou os olhos como se tudo tivesse feito sentido de repente. Aquele velho era realmente um sábio.

    - Você tem razão! Meu Deus! Só pode ser isso! Eu preciso contar ao Gene!
    A garota se levantou saltitante e feliz. O velho sorriu e lhe entregou algo.
    - Minha jovem, sua história é incrível... Por favor, aceite este presente! Me procure caso algo não de certo. - Pegou o presente do sabio, um livro de bolso, autografado por aquele grande escritor.
    - Muito obrigada sabio! - Olivia guardou o livro consigo e saiu correndo de volta par ao vale, para contar a novidade a Gene. Enquanto isso, o homem de cabelos brancos sorriu. Foi uma história divertida. Tomou um generoso gole de saque e disse a si mesmo.



    - Boa sorte, bela Olivia!

    Voltando a batalha, Gene estava de guarda baixa. Ao menos parecia muito estar de guarda baixa. Quando All Might apareceu pelas costas do God Hand, um sorriso poderia ser visto em sua face. Na mesma forma que conseguia rastrear os inimigos sem usar os olhos, certamente sentiria que algo vinha pelas suas costas. Quando as mãos do adversario o agarrou pela cintura, Gene subiu sua perna em um chute certeiro para tentar atingir o rosto de seu adversário. O God Hand era um artista marcial fantástico, sua perna tinha abertura suficiente para chutar alguem em suas costas, erguendo-a pela frente. Era corriqueiro pegar os demonios de surpresa daquela forma, sempre que eles apareciam naquela forma. O azar do guerreiro é que All Might parecia ter muito mais resistencia que os demonios que ele normalmente enfrentava. O que normalmente evitaria facilmente que ele fosse agarrado, talvez não impedisse alguem com um nivel de resistencia tão alto, mesmo que fosse atingido e ficasse com o gosto do coturno no céu da boca.

    Talvez tivesse tentado aplicar o seu reverse Suplex, afinal já o tinha feito milhares de vezes, mas não teve tempo de reação o suficiente. Bateu com a cabeça nos entulhos com muita força. Levantou-se cambaleando, com a mão na testa, tentando seu posicionar. Já tinha sido atingido por canos, pedaços de madeira, marretadas, por bastões de baseball espinhudos gigantes, tacapes medievais, lanças demoniacas gigantescas, tiros de canhão, um tiro de bazuca e suportado ser atingido por uma rocha incandescente gigantesca no meio da testa, mas aquilo realmente tinha um nivel absolutamente mais doloroso.

    - New Hampshire, SMASH!!! - Ouviu algo vindo

    Tonteado, não conseguiu firmar os pés para contra-atacar. Não dava para fazer muita coisa para se defender. No puro instinto e impulso do momento, jogou o corpo para trás com toda sua velocidade, virando um fliper de costas, mas ao bater no chão, perdeu o equilíbrio e foi atingido pela explosão causada pelo impacto que o golpe de seu adversário causaria ao chão. A força o lançou junto aos destroços, água e restos da estatua em direção ao paredão do vale. Se colocou de pé, cambaleando, tossindo um pouco, tentando limpar toda a poeira da roupa enquanto sorria, apesar de tudo.

    - Au... Isso machucou - Apesar do riso, era visivel que ele havia sido pressionado. Gene estava sendo forçado a lutar a sério, afinal se não fizesse, poderia acabar morrendo.

    Em silencio, após ver o gesto de All Might fazer um jóia, fechou os olhos e cruzou as pernas para meditar. Em poucos segundos, passou a levitar no ar enquanto passou a emanar uma luz divina.



    Era o Enlightenment. Naquele momento, Gene estava completamente concentrado, sabia onde seu adversário estava, inclusive poderia detecta-lo caso se movesse, desta vez não estava indefeso. Aproveitaria cada segundo para concentrar-se e enquanto o fazia, fora da percepção de todos, todos seus ferimentos começavam a se curar.
    avatar
    TheCroco

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 29/01/2016

    Round 4 - ALL MIGHT - PLUS ULTRA

    Mensagem por TheCroco em Ter Jan 17, 2017 2:22 pm

    - Koff...



    As consequências da luta começavam a ficar mais evidentes para o herói, a tosse e o sangue na mão eram sinais de que seu limite havia chegado. O sangue que escorria da sua boca pingava ao chão, enquanto sua visão ficava turva por instantes, ao observar o garoto que começara a levitar, emanando uma forte luz.



    Interior de ALL MIGHT

    " Uma gigante montanha.

    Uma tempestade de neve contínua.

    A sobrefusão da chuva que cai, devido ao combate do solo em manter sua temperatura.

    No vasto ambiente nada mais do que branco.

    Na nevasca, um homem anda.

    Uma chama.

    O resquício do que antes era uma explosão de fogo à queimar."



    Chama do One for all em meio a neve




    O Brilho emanado pelo garoto era destaque ao longe. Mesmo que durante toda a luta não aparentasse estar sofrendo dano, naquele momento, o jovem parecia ser outra pessoa. Sua concentração era extrema, a ponto de ser visível até mesmo para o pilar da justiça. Um certo tipo de seriedade predominava sobre o Jovem.



    “ Eu quero criar um mundo onde as pessoas possam viver a vida delas sorrindo. Por essa razão, um – símbolo – é necessário. “




    “ Se você um dia sentir-se no limite... lembre-se por que você cerra seus punhos. “



    Em seu interior, uma voz conhecida ao herói vem a sua mente.
    As palavras de sua mestra sempre o incentivaram. Naquele momento onde a luta se direcionava para o ápice, novamente lá estava ela a lhe dar forças.



    Seu corpo começara por evaporar. Fumaça tomava o seu corpo e seu redor, era como se o interior de seu corpo estivesse em luta contra o exterior, contra os seus ferimentos, aguentando ao máximo à conclusão daquele embate e o forçando ao limite.

    - Se você se iguala a mim...



    Nana Shimura - Mestra de Toshinori
    “ Fique orgulhoso Toshinori! Você é diferente de todos que carregaram essa chama, você ganhou seu poder! “


    All might então cerra um de seus punhos com força, seus olhos já não estavam mais alegres como anteriormente, sabia que este seria o momento final, suas ações poderiam ser brutas, porém não poderia deixar que ninguém com ligação com o vilão All for One (era o que acreditava) permanecesse livre.


    - Então apenas ULTRAPASSAREI MEU LIMITE!!

    O punho de All might começa a brilhar. Era a investida final contra seu inimigo, que permanecia meditando. Usando o máximo de suas habilidades pela primeira vez na luta, mais rápido que um piscar de olhos, o herói se movimentava até a frente do garoto. O brilho de sua chama ainda estava aceso, seu poder ainda o mantinha em pé e a ponto de executar uma última investida.

    - Vá além,



    Como se pegasse ao no ar aquele ultimo impulso, o herói com todas as suas forças já desferia um golpe em direção à cintura do garoto, logo em seguida, utilizando de toda sua força e velocidade, em questão de momentos, começa a socar sem parar o jovem. A estátua que antes sobrara só as pernas, nem isso mais restara, devido ao movimento rápido e com toda a sua força, o pilar da justiça quebrou tudo em sua frente, abrindo um enorme vão no chão da laguna, tudo estava começando a desmoronar, assim como o corpo da segunda estatua começava a ganhar rachaduras com a pressão dos golpes desferidos pelo herói no garoto. Cuspia um pouco de sangue a cada soco dado, seu corpo estava ultrapassando os limites, sua força já não estava mais em 100%, estavam além. Era a prova de que seu poder não vinha apenas do One for All, e sim de seu interior, como sempre acreditou sua mestra.

    - PLUS... ULTRAAA!!

    Por fim, um último golpe é direcionado na direção do peito do garoto, no intuito de arremessa-lo contra o fim da laguna, para se chocar com a parede do ambiente e receber todo o impacto e choque do último golpe de All might. Tudo em volta começou a explodir e a laguna já estava toda destruída. O cenário atual já não era nada semelhante ao inicial.




    - Acredito que 300 socos foram o suficiente.... Dizia o herói com suas mãos aos joelhos, como se o esforço no momento fosse ficar em pé, por instantes era necessário recuperar o folego que gastara naquela investida. Seu corpo voltava a mesma situação de outrora, em que parte de sua aparência voltava a ser Toshinori e não All might. Porém, dessa vez não tinha forças para manter a aparência do herói completamente, ao menos naquele momento. Mesmo com seus olhos direcionados para Gene, suas forças estavam chegando ao fim, restava apenas economizar o resquício de sua chama para um último momento.
    avatar
    ChronoStorengher

    Mensagens : 8
    Data de inscrição : 10/01/2017

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por ChronoStorengher em Qui Jan 19, 2017 2:09 am

    Era hora de mostrarem onde eram semelhantes e onde eram diferentes. Gene meditava e curiosamente, fazia o contrario do que muitos faziam. Nada de lembrar disso ou aquilo, nada de ficar viajando em lembranças para buscar no fundinho do seu ser algo pelo qual lutar. Gene sabia exatamente onde estava, exatamente o que fazia, exatamente aonde queria chegar. Enquanto mantia seus olhos fechados, limpou a mente e gradualmente emanou alem daquela luz, uma aura de puro poder divino. O Enlightenment fechou os ferimentos que gotejavam sangue pela testa de Gene, regenerando seu corpo e seu espirito. O uso daquela habilidade tinha um único ponto fraco que era precisar ficar parado por alguns segundos, mas evitar contra atacar aquela montanha de musculos manteve uma boa distancia entre ambos os guerreiros. Distancia que lhe deu tempo, tempo que lhe daria vantagens. Gene não precisava ver com os olhos, mas podia sentir a posição de All Might, até mesmo sua força. Era como um ponto irradiando poder, um ponto que se acendia, indicando que ele havia aumentado ainda mais aquela força descomunal.

    É hora de me divertir um pouco - Pensou enquanto sentia que o poder de seu adversário parecia ter atingindo um ápice.

    Era como se o mundo inteiro parasse naquele momento, mas eles podiam mover-se calmamente. Abriu os olhos e firmou os pés, ambas as God Hands pareciam trovejar em um som que parecia ecoar de dentro pra fora de Gene. Seu brilho natural ficou mais forte, muito mais forte, enquanto a energia estalava em pequenos relampagos, desenhando riscos de luz no ar. O brutamontes avançou, uma velocidade incrível, porque enquanto o mundo inteiro parecia congelado, ele veio como um relâmpago, um simples piscar de olhos. All Might iria atingi-lo e mesmo Gene não tinha velocidade para desviar daquele murro que vinha em direção a sua cintura, mas poderia se defender em um movimento corajoso. Desferiu o seu golpe contra o punho do seu adversário. Gene usou o God Jab direcionado ao punho de All Might muito antes que ele estendesse o braço para desferir toda sua força, exatamente a versão utilizado pelo antigo herói de seu mundo. Talvez Gene e All Might fossem sinônimos, lutadores muito parecidos, em universos diferentes. O que normalmente seria um simples e comum jab, deslocou-se muito mais veloz, com um brilho intenso, o real pode de ambas as God Hands, o real poder do antigo heroi, aquele que chegou a ser comparado a Deus. O choque dos punhos seria praticamente inevitável,  uma imensa onda de choque varreria o ambiente como em uma explosão, mas o minimo detalhe nos golpes seria vital para explicar o que viria a seguir. Gene não era um cara comum, não sabia apenas trocar socos, mas sim um mestre de centenas de estilos diferentes. Direcionar aquele veloz golpe antes do seu adversário aplicar toda sua força ajudaria a reduzir qualquer possível diferença entre os poderes, apesar de que Gene ainda assim era pressionado. Seu punho esquerdo foi lançado para trás como consequência daquela ousadia. Era tudo o que seu adversário parecia precisar para iniciar uma série de socos fortíssimos. O primeiro soco explodiu em sua cara, lançando sua cabeça pra trás, o segundo veio tão veloz quanto o primeiro, nem viu onde foi atingido, apenas soube que vinha um terceiro, um quarto e um quinto.

    Entrar numa chuva de socos era nostalgico. O tempo tinha parado mesmo na cabeça de Gene. O guerreiro gostava daquilo, gostava muito, não de receber socos, mas de trocar socos, de medir forças, de soltar toda a força que tinha nas God Hands. A mente limpa do guerreiro fez seu subconsciente lembrar daquilo.



    Seu instinto estava aceso, seus musculos lembravam, sentiam saudades. Seus pés firmaram no chão.



    O sexto soco ainda explodia na face de Gene, mas aparentemente ele não estava sofrendo, talvez All Might percebesse que ele sorria, um sorriso malicioso, resplandescente, sarcástico. Ninguém havia conseguido trocar socos com ele além de Azel e naquela epoca Gene tinha apenas uma God Hand. Não havia deus ou demonio no mundo que tinha tentado a ousadia de trocar socos com aqueles braços. O sétimo soco veio, mas não conectaria. O braço direito de Gene cruzaria seu caminho, bloquearia sua rota com um outro murro. O oitavo, o nono, o decimo. Gene agora contra-atacava, respondia cada soco com um novo soco, visando atingir os braços do poderoso adversário e minar todos os seus golpes. A troca intensa de golpes era insanamente brutal, Gene eventualmente era atingido enquanto esperava eventualmente atingir All Might. O sangue escorria pela boca do guerreiro dos braços divinos, pois mesmo que suas mãos fossem praticamente indestrutiveis, seu corpo não era. All Might também parecia sofrer pela força que aplicava. Não dava para saber quanto tempo resistiriam, mas quanto mais trocava golpes, mais forte era a energia emanada pela God Hand. Após muitos golpes trocados, o pilar da justiça, como se descrevia, desferiu um golpe aparentemente mortal.

    - PLUS... ULTRAAA!!

    Gene continuava ali, sorrindo, o murro vindo certeiro em direção ao seu peito. Naquele momento todos ali próximos poderiam sentir uma intensa corrente de energia transpassando seus corpos. O impacto seria leve comparado aos socos que ali trocaram. Gene ainda estava sorrindo, talvez tivesse aceitado o golpe, talvez tivesse chegado a hora ou talvez...

    - AHHHHH BREAK!!!!!

    O punho de All Might transpassaria uma imagem, um reflexo de onde Gene estava. O guerreiro havia ativado ambas as God hands, não como tecnica para um ataque simples, mas sim liberado todo o seu poder. Finalmente ele mostrou o que poderia fazer. Sua esquiva seria tão veloz que deixaria a imagem de um vulto na sua posição original. Menor, com toda a tecnica de um eximio boxeador, Gene abaixou-se por baixo do braço do adversário ao mesmo tempo que desferia um God Blow com a mão divina esquerda sobre o figado do adversário. O dano, caso tivesse hesito completo, lançaria uma força incomensurável dentro dos orgãos daquele homem gigantesco, mas era apenas o primeiro soco, pois o segundo vinha acompanhado de um terceiro, um quarto, um quinto. Os braços de Gene irradiavam uma luz divina, deixavam rastros no ar, explodiam em impactos cinéticos a cada movimento. Normalmente, mesmo os demônios mais poderosos acabavam indefesos após alguns golpes. O dano tinha como foco travar os musculos, incapacitar totalmente o corpo para que ele não tivesse nenhuma reação rapida. Por fim, ainda em meio ao combo que tentava efetuar, Gene desferia o veloz God Low Kick atrás da rotula de um dos joelhos de All Might para que ele se dobrasse caso recebesse o golpe. Deslocou-se novamente deixando apenas um rastro na posição onde estava, surgindo pouco atrás do seu alvo.

    - AAAAHHHH-DIEEE!!!! - Gritou no instinto, enquanto movimentou seus braços usando seu ultimo recurso na Roulette Wheel, a Double Shaolin. Toda a energia da God Hand se materializou em duas mãos divinas gigantes de energia sólida pura. Ambas agarrariam All Might enquanto o arrastariam vale a dentro, chocando-se contra tudo em seu caminho, até que após centenas de metros, explodiriam em puro impacto destrutivo.

    De longe, os braços de Gene se apagariam, voltando a serem apenas a aparência de tatuagens tribais comuns. Caso tivesse sucesso em toda sua ação, mesmo que conseguisse, Gene aparentaria um cansaço elevado, ferimentos que mesmo diante de Angra não havia apresentado, entretanto os instintos de combate estavam mais aguçados do que nunca. De longe, Olivia observava o rastro de destruição no cenario. A garota se esforçava para correr e contar a Gene como poderiam sair dali. Tinha que chegar a tempo. Nem Gene, nem All Might sabia, mas a katana ainda estava lá, fincada em uma rocha, após ter sido lançada pelo impacto da troca de golpes no cenário. Certamente não chamaria a atenção, nem seria uma arma tão eficiente assim, mas ela estava lá. O passe para o saírem do vale do fim estava próximo.
    avatar
    TheCroco

    Mensagens : 25
    Data de inscrição : 29/01/2016

    Roound 5 - ALL MIGHT - UNITED STATES OF SMASH

    Mensagem por TheCroco em Qui Jan 19, 2017 5:28 am

    A luta caminhava para seu fim. Ambos sofriam golpes e desferiam golpes contra o outro. A velocidade e a força de ambos eram anormais. Sangue escorria da boca do jovem a cada novo soco, assim como acontecera com All might. A surpresa para o pilar da justiça, porém, viria logo em seguida...

    “- AHHHHH BREAK!!!!!”

    Enquanto o herói desferia sua última investida, o Plus Ultra, Gene já parecia antecipar os movimentos do adversário. Ao final do seu golpe, o símbolo da paz apenas notaria que apesar de acertar o jovem, este seria apenas uma rápida imagem criada pelo mesmo num rápido movimento, um vulto que surgira devido sua velocidade. Num rápido movimento, Gene se aproxima de All might por baixo de seu braço, e desfere um golpe na direção de seu fígado; que apesar de não atingir o jovem, o herói observa a movimentação do garoto para perto de si, e então realizando um pequeno movimento circular em seu tronco, com o outro braço, soca de frente o golpe de Gene, no intuito de neutraliza-lo.


    O olhar inquieto do herói era a resposta ao que seria o seu braço ser arremessado para trás, naquela posição não havia como seu membro se movimentar daquela maneira, era fato, o impacto causado com o choque de ambos os golpes havia deslocado o braço de All might, que balançava ao ar enquanto outro soco vinha em sua direção. No momento em que desferia seu Plus Ultra, o esforço de seu corpo estava acumulado em seu outro braço. Aquele momento era uma surpresa para o pilar da justiça, assim como o segundo soco que vinha em sua direção, acompanhado por um terceiro, quarto...




    INTERIOR ALL MIGHT

    “ Uma montanha gigante já não estava mais ali.

    A tempestade de neve ficara mais forte.

    O ambiente totalmente branco havia se tornado preto, trevas.

    Apenas a chama permanecia.

    O Homem que caminhava, agora protegia a chama de se dissipar. ”



    A chama do One for All



    A luz irradiada após cada golpe, deixava claro a força do impacto de cada golpe. Sabia o herói que os golpes eram certeiros, sua experiência não deixava o pilar necessitando de uma explicação da intenção de Gene, focava cada ponto vital e certeiro do corpo de All might, a cada novo golpe. O Símbolo da paz sabendo que a chama de seu interior estava por se dissipar, aguardava apenas o momento certo para desferir um último golpe com toda a sua energia restante, isso se ainda fosse possível, os golpes estavam começando a afetar cada vez mais seu corpo. Um soco após o outro, sua aparência ia mudando, voltando a ser TOSHINORI YAGI, o semblante dito como ALL MIGHT sumia aos poucos, seu topete começara a cair, logo seu rosto afinara.


    Nana Shimura - Mestra All might
    “ Não importa o quão alarmante as coisas ficam, sempre dê um sorriso que diga –ESTOU BEM! – As pessoas que sorriem nesse mundo são as mais fortes. “


    Enquanto recebia um chute em uma de suas pernas, o herói se lembra das palavras de sua mestra, a resiliência de seu ser predominava naquele instante, esperando pelo momento certo.

    “- AAAAHHHH-DIEEE!!!!”

    “ É AGORA! “Pensava ao observar que vinha um novo movimento do garoto.

    Com uma das pernas ao chão e a outra dobrava tentando se firmar, a visão do herói era tomada por duas mãos imensas criadas pelo garoto que se deslocava para trás do símbolo da justiça. Na tentativa de evitar o golpe Toshinori pula para trás, porém nada adianta, ambas a mãos agarram o herói pelo seu tronco, enquanto o arrastavam pelo ambiente do vale a dentro, quebrando várias arvores e rochas ao caminho.
    O que parecia ser a luz da lua ao céu iluminando todo o ambiente, na realidade era o sorriso de ALL MIGHT, um último sorriso, símbolo daquele dito ser o herói N°1, as palavras de sua mestra lhe retornavam por um instante apenas.




    Adeus

    - UNITED STATES OF... SMASH!!


    Com aquela aparência esquelética, restou para o herói apenas uma última alternativa, enquanto era arrastado algumas dezenas de metros a frente, reuniu toda a energia restante de seu One for All no braço que não estava deslocado, causando esse retornar a aparência musculosa do símbolo da paz. Naquele instante apenas seu braço permanecia musculoso, enquanto socara uma das mãos gigantes do garoto. Esse golpe era o movimento final de All might, algo que combinava todos os seus golpes anteriores em um só. A força era tamanha, que é capaz de dissipar a mão que recebera o golpe, criando um gigante tufão em volta do herói e dos braços gigantes, enquanto o impacto causara uma enorme cratera no chão num raio imenso. A fragilidade desse golpe, porém, vinha de que toda sua força havia evaporado, recebendo o golpe por completo com a outra mão gigante, sendo arrastando por dezenas de metros, que já viravam centena, a frente.



    Num piscar de olhos, a mão e os braços gigantes deixavam de se mover e logo se dissipavam. O corpo do herói estava todo empoeirado e ferido. Seu uniforme já todo largo, devido a diferença de tamanho de ALL MIGHT para agora TOSHINORI, só demonstravam que o símbolo da paz havia chegado em seu limite. Apesar de em pé, suas pernas e braços estavam completamente queimados e rasgados, enquanto o seu braço que havia deslocado no momento já aparentava estar quebrado, pois não conseguia move-lo quando tentava se erguer por completo. Por um momento era possível ouvir apenas a inquietude do ambiente, a poeira e fumaça que subiam dentre o vale, a agua muito a frente que se agitara, tudo acumulo e consequência da batalha. Após instantes All might lentamente se move, indo em direção para o garoto metros a sua frente. Após algum tempo, o herói surge pela entrada do rastro causado pelo garoto, e observa que este também, aparentava estar em seu limite. Apesar da pose confiante e debochada durante todo o combate, naquele momento, era apenas mais um homem esgotado.

    - Deixe-me te dizer algo... KOFF! Dizia o herói enquanto cuspia uma grande quantidade de sangue pela boca.




    - EU SOU O SIMBOLO DA JUSTIÇA, E NÃO HÁ NADA QUE VOCE POSSA FAZER PARA TIRAR UM MERO FRAGMENTO DISSO DE MIM!!

    O olhar de All might era confiante, não era fúria, e sim dever. A mão ensanguentada que cerrava a sua frente, era o compromisso que tinha com o mundo. A linha tênue entre dever e compromisso predominavam no eu interior. A chama antes uma fornalha no momento já havia apagado. Porém suas palavras eram impactantes, queria demonstrar que se precisasse, lutaria até o fim de sua vida, pois sabia que enquanto um herói era necessário, não iria perecer. Enquanto seu corpo corcunda demonstrava seu esgotamento físico, seu olhar sobre o jovem apenas respondia qualquer um que duvidasse, o porque aquele homem era chamado de Heroi N°1.
    avatar
    ale_allen
    Admin

    Mensagens : 33
    Data de inscrição : 03/02/2016

    Julgamento - Allen

    Mensagem por ale_allen em Sex Jan 20, 2017 3:46 am

    Como vai funcionar?
    Pontos de 1 a 5 (Indicando: 1 péssimo, 2 ruim, 3 normal, 4 bom e 5 perfeito).

    Um pouco dos personagens:

    All Might (オールマイト, Ōrumaito ) é o Herói n*1 eo "Símbolo da Paz". Ele também ensina estudos herói fundamentais no Yuuei .

    All Might em sua forma de herói,  é um homem muito alto e mais musculoso cujo design lembra os quadrinhos herói americano. Seu cabelo crava em cima de sua cabeça e todo o seu corpo tem mais sombras do que um ser humano normal. No entanto, em sua forma verdadeira, ele é um homem excessivamente magro que cospe uma grande quantidade de sangue de sua boca e suas roupas parecer mais largo. Note-se que em ambas as formas, os olhos estão fundos, mas a diferença é que você pode ver seus olhos em sua verdadeira forma.

    » Poderes e Habilidades - One For All
    Pouco se sabe sobre essa habilidade e exatamente como ele funciona, no entanto, foi mostrado que concede uma força momentânea sobre-humana em níveis destrutivos, maior agilidade e velocidade sobre-humana. A Individualidade recebe seu nome do fato de que ele pode ser "herdado" por outros. O método de herança não é claro. O uso adequado da Individualidade requer treinamento intenso e rigoroso do corpo para evitar que o sucessor de ser despedaçado do poder bruto. Mesmo com o treinamento, A individualidade ainda coloca intenso estresse sobre o corpo do usuário

    ----------------------

    Gene, o protagonista do jogo, com o braço God Hand, ninguém supera ele na porrada nem o Chuck Norris. Lá estão os dois andando calmamente numa cidade digna de faroeste, quando Gene grita "WAAAATER" (Só pra fazer uma referência a um certo anime que você não conhece). Isso chama a atenção de dois metidos, e sem esperar Gene desce o cacete neles poxa, é jogo da CAPCOM, esperava o quê? Cogumelos? Mais tarde aparecem mais n00bs pra descer o pau, aparece um capetão pra descer o porrete também, etc e tal, o resto é outra história (ou não).

    Prologo:

    Chrono-4
    Prologo bom, porém acho que faltou o destacamento da luta, pois ficou meio no ar que ele estava ali por estar, fica muito vago e da total liberdade do seu adversário tomar o ato inicial da luta do jeito que bem entender, por mais que seja um prologo, isso deixa muito a desejar, porém pelo que busquei do personagem que interpreta, parece que foi muito coeso, trouxe bem a personalidade do mesmo ao texto.

    Croco-5
    A escrita desse narigudo é impressionante, envolve muito e te faz querer ver o proximo ato do personagem, pesquisei tambem sobre All Might e vi que tras todas as caracteristicas do personagem ao texto, não tenho muito o que pontuar, pois achei que foi totalmente correto e ainda abraçou brexa dada pelo adversário, deixando o pronto para dar o ponta pé inicial.

    Round 1

    Chrono-3
    Continua bem na interpretação do personagem, mas falha em narrar suas ações e execuções, tras muitas imagens e poucas descrições ao que realmente faz sentido a luta, seu ataque é descrito de forma um pouco vaga, cortando a mão da estatua? Como exatamente ocorre isso? Força um pouco na escrita dando a entender que se pegar o personagem você meio que crava o que vai acontecer, não o que pode acontecer, está narrando o personagem do adversário.

    Croco-4
    A narração continua otima, porém o pecado ocorre o mesmo do Chrono, vejo que a narração do fato consumado tras um ambito de se o adversário simplesmente desviar do primeiro golpe, mata todo o resto da narrativa, tudo é bem descrito e acompanha bela interpretação do personagem.

    Round 2

    Chrono-5
    Acredito que aqui encontrou o ponto exato de junção de interpretação e narrativa de seu personagem, trás muito melhor a visão e o que ocorre no cenário, seus golpes estão melhores, sem mais o que dizer.

    Croco-5
    Esta luta se encaminha agora a um nivel maior, está corrigindo o problema anterior e mantendo a otima narrativa que tras consigo, trazendo cada vez mais ao leitor o conhecimento de quem é e como pensa All Might, está perfeito ate aqui.

    Round 3

    Chrono-4
    Decaiu, sinceramente falta a participação sobre a interpretação do seu adversário, como os 2 não se conhecem, acredito que falta mais e empatia aos golpes adversário, que por mais que se assemelhem a coisas já vistas pelo Gene, não chegam nem perto de ser pela potencia e nivel do All Might.

    Croco-5
    Tenho que dizer, esse foi um post e tanto, se tivesse criado pontuação extra daria 6, o que compensaria o fato da unica falha ao narrar ação do adversário, porém também tras consigo um entendimento do por que isso se ocorreu, devido a brecha dada por Gene em seu turno final, não especificando posição defensiva, a narração está perfeita.

    Round 4

    Chrono-4
    Fez um bom post, porém a enroção enquanto a personagem secundária torna a leitura cansativa e desnecessária, se envolve mais com o personagem, porém falha um pouco no quesito desconhecido, o que é o All Might, trasendo a visão de que tudo funciona igualmente em seu mundo, por mais que participe mais dos golpes do seu adversario. Interessante abandonar o ataque para gerar energia.

    Croco-5
    A entrega total a luta, o apice do combate, é isso que se dá para ver no post, apesar de achar o ultimo ainda como o melhor até agora, o post tras mais conhecimento sobre o personagem, assim como a narrativa demonstra bem o momento da luta que estamos, aproveita a brexa dada pelo adversário para iniciar uma nova investida, ainda melhor se posso dizer, pois gera mais poder, assim como o adversário em seu post final, buscando o alem do limite, faz uma grande investida de ataque, mantendo o nível alto de interpretação e escrita.

    Round 5 - Final

    Chrono-5
    Grande final, esse poderia ter sido o que esperavamos a um post atras, claro com mais um pouco, trouxe uma grande movimentação a luta e muita emoção ao final, executando um ataque poderoso em seu adversário.

    Croco-5
    Acredito que o 3 post realmente foi o melhor executado, mas nesse post vemos o apice da luta, o por que interpretamos personagens e executamos suas ações, o detalhamento tras a leitura a cativa pelo All Might, a torcida por manter suas forças, a narração completa o que vem de outros posts, está perfeita, assim como sua interpretação.

    Final-

    Chrono
    25

    Croco
    29


    Final Julgamento

    A pontuação é apenas uma forma de demarcação quebrada por round, porém o julgamento final para mim é que, Chrono, você tem uma boa visão e interpretação, porém se perde muito na narrativa utilizando objetos terceiros para preencher mais campo de seu post, fica muito preso em ter que defender e atacar, sendo que a luta em si é como dialogor um combate no qual você poder dar mil socos, explodir o mundo ou seja la o que for que seu personagem faça, ficou de certa forma mecanico.
    Ao Croco tenho a dizer que é exemplar, até mesmo para a época de orkut, narra muito bem e tem uma otima escrita, parece entender muito bem o personagem que interpreta e tras essa visão ao leitor, teve pequenos deslizes de continuidade, porém mantem sempre em alto nível a luta, acredito que são poucos que vi assim, um exemplo seria o Van.
    Claramente, finalizando Croco vencedor do combate no meu julgamento.
    avatar
    Sieg
    Admin

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 27/01/2016

    Julgamento - Sieg

    Mensagem por Sieg em Sex Jan 20, 2017 12:28 pm

    Como vai funcionar? (Gostei do seu esquema de pontos, vou usar...CHOLA S2)

    • Regra de pontuação: 1 péssimo, 2 ruim, 3 normal, 4 bom e 5 perfeito;
    • Pontos forte e fraco da postagem;
    • Descrição;
    • Julgamento final e observação.


    Prólogo

    Chrono
    Pontuação:3
    Ponto forte: Maneira/motivo no qual foi para a arena - Leveza cômica do personagem
    Ponto fraco: Descrição – Senso de prologo pré-luta.
    Descrição:

    Vamos começar com seus pontos positivos!

    Gostei da maneira no qual motivou sua ida para arena. Senti que realmente pareceu parte do jogo e não foi algo “forçado” por assim dizer. Além disso, mesmo pecando seriamente em descrição do personagem e ambiental (será citado logo em seguida), a maneira no qual Gene age em suas ações parece bem dinâmica e leve, parecendo realmente que autor (ao escrever) e personagem (ao viver) estão se divertindo. Isto é um ponto muito positivo não só para RPG, mas em qualquer escrita que um dia decidir fazer.

    Já seus pontos negativos, infelizmente não senti uma descrição muito boa do personagem ou de seus arredores.
    Tudo bem que você falou superficialmente a vestimenta de Gene. Porém, assim como qualquer personagem, ele possui sentimentos/pensamentos/expressões/ambiente que devem ser descritas mais precisamente, tal como suas ações. Imagens e vídeos devem ser considerados somente um “extra” do que você quer dizer, JAMAIS algo complementar ou digno de conclusão.

    Outro problema que aconteceu foi sua aventura pré-luta já dentro da arena, veja bem: uma luta como lembrança (como você fez com Angra, sendo muito bem colocado inclusive) ou alguma aventura pífia que não exija nada de você pode ser bem-vinda. No entanto e infelizmente, você utilizou suas god hands (até mesmo o Roulette Wheel, que gostei diversas vezes) contra eles FORA os “100 firsts”. Nesse momento, mesmo você não demonstrando ou sendo citado, você deveria ter perco energia, seja ela o mínimo que for.

    ---------------------

    Croco
    Pontuação: 5
    Ponto forte: Descrição / Síntese
    Ponto fraco: -
    Descrição:

    Realmente procurei algum erro no post desse arrombado, infelizmente não encontrei.

    Foi um prologo com forte poder de síntese em seu estilo “começo, meio e fim” bem descrito e vestindo realmente a camisa do personagem. Além disso, descreveu muito bem ao seu redor e as expressões mutáveis de All Might.

    Se fosse para apontar algo, talvez só apontaria uma mudança no final do prologo para algo mais “cooperativo” com o adversário. Afinal, a aparência e “aura” que All Might exala é de um cara justo e visivelmente um herói, sendo difícil caso o seu adversário TAMBÉM SE TRATE DE UM HEROI que não o atacaria sem um bom motivo para isto.

    Obs/dica aos 2: EU PARTICULARMENTE considero o prologo algo como “8 ou 80”. Você pode escrever um post sucinto e certinho ou arriscar uma envolvente estória. Logo, quanto mais você sair da “zona de conforto” sem comprometer a qualidade interpretativa do post, melhor será.


    Round 1


    Chrono
    Pontuação: 3
    Ponto forte: Motivação para o combate – Uso cômico com comparações
    Ponto fraco: Ação consumada – Falta de descrição – Pontuação
    Descrição:

    Confesso que foi uma situação difícil para você, pois arrumar uma motivação para um herói atacar outro que está do outro lado com um porte pacifico não é para qualquer um. Felizmente, você conseguiu com qualidade ao usar bem o espirito de luta do Gene junto ao flashback que utilizou para motiva-lo ao combate, sendo também uma situação cômica bacana.

    Neste poste ainda predomina a falta de descrição (mesmo melhorando MUITO se comparada ao seu prologo). Quer ter uma ideia? No seu flashback só possui imagens e, conforme dito na parte acima do julgamento, elas servem como extras para a INTERPRETAÇÃO. Logo (e mesmo gostando bastante da comparação), devo desconsiderar esse flashback.

    Eu entendo que alguns (ou todos?) posts seu foram feitos no celular. Logo, coisas como cores ou espaçamentos obviamente não serão cobrados. Porém, não vejo motivo para desconsiderar a atenção com a pontuação principalmente com virgulas (Ex: um chute rotatório devastador,(?) para jogar seu adversário cachoeira abaixo). Sei que pode parecer chatice da minha parte, mas uma boa interpretação depende também de pontuações assertivas, podendo dar diferentes sentidos para a narrativa.

    Caso sua interpretação no ataque tivesse sido igual aos pontos cômicos, certamente seu post sairia do “normal” para o "bom".

    Da mesma forma que seu adversário, existe o erro da ação consumada (considerar que a ação já foi feita mesmo antes do post adversário). Isto aconteceu ao colocar a fala “- Ha-ham! Hey! Big Guy! Como está a agua?!” mesmo sem saber o que aconteceu ou não. Pergunto-lhe: e senão acontecesse? Você ia falar com quem? Pense nisso!

    ---------------------

    Croco
    Pontuação: 3
    Ponto forte: Estória – Descrição (no geral)
    Ponto fraco: Ação consumada – Descrição (caso isolado)
    Descrição:

    Sua escrita consegue passar curiosidade com o desenrolar da estória devido a riqueza de detalhes pessoais e ambientais do personagem, conseguindo transmitir exatamente o que deseja estimulando a imaginação do leitor.

    Em contraparte, ao ser golpeado e jogado no mar, você não especificou (mesmo sendo legal na estória e na maneira no qual foi contada) como chegou tão rápido ao lado de Gene. O que foi? Rapidez? Teletransporte? Portais? É importante lembrar que o personagem (as vezes, nem o off mesmo) conhecem o personagem no qual estão enfrentando, sendo necessária a descrição de como qualquer ação é feita, mesmo que tal explicação seja de maneira não-linear na postagem (Ex: Faço no começo no post, explico no final).

    O grande problema deste round foi a alta ação consumada em praticamente todos os pontos do ataque, praticamente declarando que tudo aquilo realmente aconteceu sem possibilidade de um “segundo caminho”. Em comparação ao post do seu oponente, você fez isso em maior escala. Digo tudo isso de forma sentida, pois adorei o jeito que descreve seus ataques.

    Desta maneira, ambos ficaram com a pontuação “normal”.


    Round 2


    Chrono
    Pontuação: 4
    Ponto forte: Descrição (No geral) – Articulação na batalha
    Ponto fraco: Descrição (Caso isolado) - Bom senso – Ação consumada
    Descrição:

    Parece que, por alguns momentos, você REALMENTE ENTENDEU como é o negócio do RPG interpretativo.
    Você melhorou absurdamente bem na maneira que descreve suas ações, podendo fazer frente com qualquer lutador da época de Orkut que eu considerava bom. Além disso, gosto da maneira no qual você pensa nas ações, mantendo sempre um grau de estratégia e criatividade tanto para sair de um ataque quanto para atacar.

    Existem alguns problemas no seu post, um deles se chama...OLIVIA.

    Considerando que vocês começaram em cima de duas GIGANTESCAS ESTÁTUAS, como ela conseguiu sair de lá e pegar o caminho da floresta? Ela tem poderes como você ou qualquer outro que faça ter equilíbrio e força o suficiente para sair dali? Neste caso e infelizmente, a falta de descrição sobre O QUE é a Olivia fez você pecar neste post.

    Outro problema foi a falta de bom senso em relação a danos (mesmo gostando do seu movimento). Pense bem: All Might, além da força incrível do seu golpe no teor “corpo a corpo”, ele cria um TORNADO cara. Um tornado é um dos fenômenos destrutivos mais danosos da natureza que, mesmo o menor deles, podem atingir ventos atingir mais de 450km por hora. Caso você aparecesse com algum ferimento (sendo normal para a situação), sua defesa realmente seria muito boa.
    Mesmo com estes problemas, vou te dar “bom” por gostar do jeito que fez sua descrição e articulação dentro da batalha.

    Você também consumou seu ataque ao colocar somente UMA situação (acertar!). Em algumas situações, você até tentou usar palavras de ambiguidade como “seria lançado” ou “caso tivesse sucesso”, mas não consigo enxergar qualquer brecha de segundo caminho (uma vez que não existe).

    ---------------------

    Croco
    Pontuação: 5
    Ponto forte: Descrição, estória não-linear
    Ponto fraco: -
    Descrição:

    Parece que AQUELE Croco que lutava a mais de 12 atrás nesta mesma ARENA TENSAI voltou ao seu corpo original.

    Sua descrição nunca foi tão boa e mesmo diante uma ação consumada do seu adversário, levou o golpe por inteiro de acordo com a interpretação do mesmo.

    Caso eu fosse um juiz que não prestasse muita atenção, poderia sinalizar você em “bom senso” por supostamente não levado nenhum dano (sendo ele, sério) após este ataque. No entanto, como uma estória não-linear de filmes clássicos como do Tarantino e afins, isto foi explicado logo no próximo momento em batalha. Realmente, este post me surpreendeu sem trazer falhas.

    Round 3


    Chrono
    Pontuação: 3
    Ponto forte: Articulação na batalha
    Ponto fraco: Descrição - bom senso
    Descrição:

    Sua articulação em batalha ainda continua muito bem. Para um jogador comum, é fácil se perder quanto se trata de um combate corpo a corpo como este. Parabéns por continuar sempre em um nível muito bom.

    Desta vez você não consumou nenhuma ação, sendo algo positivo também!

    Sua descrição e interpretação infelizmente decaíram (muito bem apontado pelo Allen) neste post. Podemos ver isto claramente nos flashbacks.

    É visível que você não sabe (ou esqueceu) que as imagens são realmente conteúdos EXTRAS da interpretação. Com isto, você teria que descrever e interpretar seus flashbacks como uma postagem de fluxo normal. Mesmo assim, tenho uma dúvida: O que diabos tem haver aqueles carinhas de moicano no seu primeiro gif? Bom, infelizmente, vou ter que descartar todo seu flashback simplesmente por não haver nenhuma interpretação.

    Mais uma vez chegamos no quesito “intacto” da história, mas desta vez foi ligeiramente melhor que o post anterior. Afinal, você foi atingido na cabeça e acabou tonteando, mas tipo...eai? Você levou um TORNADO ainda mais forte que o anterior, foi acertado NA CABEÇA por pedaços de pedras soltas e não acontece nada? (Mesmo tonteando?) Não sei se você QUIS fazer isto ou foi uma falha na descrição.

    Infelizmente, sinto que você está considerando o All Might como um dos adversários do jogo. Espero que este meu pensamento quebre durante os outros rounds.

    ---------------------

    Croco
    Pontuação: 4
    Ponto forte: Descrição – Tom emotivo – bom senso
    Ponto fraco: Ação consumada
    Descrição:

    Parte da estória muito bem articulada em um tom emotivo e descritivo.
    É visível que você se preocupa com o feedback do leitor a cada ação que toma, tentando passar uma estória que realmente instigue o imaginário. Tudo isso é fácil perceber pela sua descrição muito bem feita aliada a um tom mais emotivo do personagem, utilizando muito bem o feedback.
    Aqui temos a demonstração também de bom senso ao mostrar o quanto All Might está acabado ao levar os dois golpes em cheios do seu oponente (resposta a não-linearidade no post anterior), enriquecendo ainda mais a estória e o envolvimento do personagem na trama.
    A falta de palavras que criem ambiguidade na situação (“poderia”, “causaria”, “caso acontecesse”) e de preocupação caso o plano não saia como deveria acaba por te prejudicar.

    Round 4


    Chrono
    Pontuação: 4
    Ponto forte: Descrição – Articulação na batalha
    Ponto fraco: Estória pouco relevante, Bom senso
    Descrição:

    Cara, esse aqui foi um caso curioso...

    Tirando a estória pouco relevante a situação (vou falar já já) e sua ação no final, este certamente seria os eu melhor post da luta. Sinceramente? Digno de “5”.
    Sua descrição foi a melhor de todas as outras situações e sua articulação dentro de uma luta fervorosa desta continua impecável.

    Um dos dois grandes erros deste post foi a estória pouco interessante da Olívia fora daquele ambiente (mesmo eu gostando muito como como estória em si). O porquê ela não cabe na luta? É UMA ESTÓRIA ENORME! Dentro de um RPG interpretativo como este, a existência de uma estória que foge completamente do teor da luta deve ser utilizado com cuidado e muito poder de síntese (assim como você fez no começo do seu prologo com o Angra). Ao utilizar isto corretamente, você pode causar diferentes sensações no leitor.

    Eu entendo que deve ter tido trabalho para cria-la. Na real? EU achei ela BEM interessante para o leitor (talvez, foi um dos seus melhores momentos), mas infelizmente não cabe para este tipo de jogo.

    O segundo grande problema foi a sua habilidade de começar a curar todos os ferimentos que você tinha até agora.

    Cara...tirando a estória da Olivia, seu post estava perfeito! Bom senso a flor da pele, levando dano como deveria para dois personagens de universos diferentes e respondendo a altura. O problema foi você aderir a uma técnica de recuperação de SEGUNDOS que não vai causar nenhum efeito colateral. Infelizmente, nesta altura do campeonato, Isto é OP, mas sua iniciativa de largar mão do ataque para fazer outra ação foi algo a se considerar.


    ---------------------

    Croco
    Pontuação: 5
    Ponto forte: Articulação em combate – Tom emotivo – Bom senso - Descrição
    Ponto fraco: -
    Descrição:

    Não achei nenhum ponto negativo no qual poderia citar.

    O tom emotivo unido ao bom senso nos danos que o herói recebeu foi realmente uma carta certa para gerar uma ótima estória. Além disso, a descrição unida a articulação dos golpes dentro da batalha está realmente excelente.

    Felizmente, este post está isento de qualquer ação consumada considerando o uso de ambiguidades (Ex: “no intuito de” ao usar o plus ultra, por exemplo), não manipulando a passividade do adversário.

    Nem tenho o que falar deste post, acho que agora você achou seu jogo.



    Round 5 - Final


    Chrono
    Pontuação: 4
    Ponto forte: Descrição - Articulação em batalha – Tom empolgante
    Ponto fraco: Bom senso
    Descrição:

    Acho que o Chrono que eu considero no mesmo nível que todos do grupo do whatsapp (menos o ninja branco, ele é ruim mesmo!) está começando a aparecer.

    Este sem dúvida foi o seu melhor post durante toda a luta. Com ele, você conseguiu fazer praticamente tudo que um bom leitor deseja ler.

    Descrição feita de forma empolgante de todas suas ações, você se articulou muito bem durante a troca de socos contra All Might, eu realmente não esperava tamanha empolgação.

    Na realidade? Se você lutar desta maneira EXCLUINDO o erro que vai vir a seguir, você certamente pode bater de frente com qualquer um.
    Seu erro? Novamente o bom senso de danos.

    Cara, se você precisou se recuperar dos outros golpes menos fortes do All Might com sua técnica foderosa, como que você consegue escapar completamente do golpe mais poderoso dele feito na luta? (referindo-se ao Plus Ultra). Cara isso é impensável, mesmo você tendo a expertise de agir bem durante a chuva de socos.

    Tirando o erro acima, seu post foi excelente e visivelmente venceu o problema da ação consumada e descrição.


    ---------------------

    Croco
    Pontuação: 5
    Ponto forte: Bom senso – Tom emotivo – Articulação na luta
    Ponto fraco: -
    Descrição:

    Igualmente a qualidade do seu antigo post, não detectei erros nele. Logo, é visível que você superou o problema da ação consumada.

    O post é realmente emocionante, mostrando toda a sutileza das emoções presas ao All Might por linkar com qualidade os flashback e os pensamentos que passavam em sua cabeça.

    Nem tenho o que falar, este post foi realmente incrível.


    Final

    Chrono
    21

    ---------------------

    Croco
    27

    VENCEDOR




    Final Julgamento


    Chrono

    Chrono meu queridão, você tem uma noção muito importante de articulação dentro de uma luta. Parece que sua vida pessoal cheia de lutas e aventuras devem refletir-se simultaneamente em sua habilidade de mostrar o que quer dizer. No entanto, você acaba pecando em coisas simples que, ao acumular-se, acabam por trazer grandes problemas para você. Entre estes problemas, posso destacar a descrição do ambiente junto com a dos personagens (Olívia, por exemplo...).

    Você também tem uma veia cômica que pode ser muito bem desenvolvida futuramente. Dentro disso, sinto que você tem uma boa visão de oportunidades para colocar comedia dentro dos seus posts, mas a falta de costume ou habilidade (coisa normal) para a descrição geral possa te prejudicar na exposição deste grande triunfo que você possui.

    Puxando mas para um lado off, EU SEI que você é um cara orgulhoso em todas as partes de suas diferentes vivências, não sendo diferente até mesmo na sua interpretação do personagem. No entanto, em um RPG interpretativo, é necessário ter o bom senso que uma verdadeira estória está sendo narrada. Quem são os mestres? Isso mesmo!

    OS PRÓPRIOS JOGADORES!

    Sair ileso no final das contas não conta em nada aqui, uma vez que o resultado final é resultado de um conjunto de coisas, sendo a estratégia de luta somente uma delas.

    Dica final: Perder no nosso grupo não é nenhum motivo de chacota. Pense que, de todos do Orkut, certamente temos um ciclo com os melhores. Você tem qualidades únicas que certamente podem ser desenvolvidas a ponto de te ajudar tanto em on quanto em off

    O que EU quero descobrir agora se você vai retroceder (desistir e se apegar às glorias do passado que você e outros dizem) ou avançar de cabeça erguida (fazer uma nova história). Não me decepcione!

    ---------------------

    Croco

    Sinto que você sempre esteve preparado para voltar a jogar este RPG. Afinal, não demorou muito para você encontrar seu jogo e voltar àquela habilidade imensa de esboçar o que quiser por meio de uma boa estória, coisa que você fazia com muita precisão no passado.

    Você antes de achar seu jogo, você teve certos problemas de descrição em suas habilidades (nada tão gritante) mas principalmente a famosa e irritante “ação consumada”.

    Nos últimos posts, vi que você conseguiu corrigir este problema, mas ainda sinto que dá para melhorar ainda mais no uso dos possíveis cenários que podem ocorrer durante a luta. Se você não tivesse isso, certamente sua pontuação seria maior.

    ]Dica final: Bom, com esta luta, acho que você já voltou a ser o que era antes e isto dispensa mimimis e apresentações. Cerifique-se que as ações consumadas sairão de jogo e se prepare para a próxima luta.
    avatar
    DemonCaim

    Mensagens : 14
    Data de inscrição : 05/02/2016

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por DemonCaim em Sab Fev 04, 2017 7:30 am

    Antes que os dois pugilistas pudessem se matar algo os interrompia, caindo do céu batendo fortemente sua espada no chão criando uma energia grande, uma barreira de ar, essa energia empurrava os dois guerreiros para trás.
    Caim erguia o corpo que se mantinha curvado pelo impacto no solo, os cabelos balançavam contra o vento, suspirava, olhava para ambos.

    -já chega… não acordei hoje para limpar cadáveres, nem para enterrar ninguém.


    Off…

    Como vai funcionar? (Gostei do seu esquema de pontos, vou usar...CHOLA S2)

    • Regra de pontuação: 1 péssimo, 2 ruim, 3 normal, 4 bom e 5 perfeito;


    (serei sucinto, farei um abrangente nas considerações finais)

    Prologo:

    Chrono 5

    Um prólogo bem estruturado, apresentando bem o personagem e sua “companheira”. Um motivo meio banal para a luta, mas bem aplicado. Gostei bastante das imagens descritivas, e da interpretação do personagem.


    Croco 5

    Não tem muito o que dizer, a leveza na descrição, a interpretação que convence, as imagens alto explicativas, mesmo o chrono seguindo por este mesmo caminho sua descrição e interpretação faz com que mesmo quem não conhece o personagem (eu), consiga senti-lo. Apesar de também ser banal o motivo de ir para o local da luta, o motivo da mesma ocorrer foi interessante.




    Ambos tiveram uma entrada fraca na arena, mas mantiveram o nível interpretativo alto. Uma única coisa que notei não só no prologo, mas em toda a luta foi a dificuldade de distinguir onde a luta de fato estava ocorrendo.
    All might viu Gene no topo da estatua sendo que o mesmo nunca mencionou estar lá.



    Round 1 (fight)

    Chrono 4

    o toque comico sempre agrada a luta, interpretação no mesmo padrão, um movimento interessante, mas senti uma leve manipulação da ação de seu oponente.
    Algo que faria com que se ele desviar todo seu texto perderia o sentido.

    Croco 4

    Interpretação no mesmo nível, aceitou o ataque, acredito que pela descrição seria dificil fugir de algo assim sem ser Over Power, soube contornar a situação mantendo um texto limpo, e uma otima ofensiva. Ainda sim pecando no mesmo erro do seu oponente em manipular sua ação.




    Para o começo nada de assombroso, ambos manteve o nível, perdendo ponto apenas nas manipulações. No resto creio que esteja tudo perfeito.




    Round 2

    Chrono 3

    Acho que você se confundiu no golpe do seu oponente, não vi um furacão sendo criado pós golpe, e sim o mesmo ser criado simultaneamente, o que estaria viajando com seu corpo aumentando a pressão com o qual se colidiria com o solo.
    Desta vez sem manipulação. Mantendo a interpretativa, e o tom comico.


    Croco 3

    Não existia tufão de fogo, o ataque no solo só serviu para gerar a neblina, segundo a descrição de seu oponente.
    Seu oponente havia golpeado para você voar contra a encosta.
    No demais, manteve o nível interpretativo, dando uma postura mais seria ao personagem, como disse antes não precisa conhecer o personagem pra aprender um pouco sobre ele, sempre mantendo a interpretação suave e bem descrita.


    Como já disse, se perdem em locais onde a luta acontece. Outro ponto é a falta de interpretação da parte de ambos, descrevendo coisas que não ocorreram.



    Round 3

    Chrono 3

    Uma narrativa massante, e entediante, acredito que ela podia ser mais apreciada sem tantos flash backs que não agrega em nada na luta além de um motivo de postar uma foto.
    Como sempre alto padrão de interpretação mesmo que neste post a narrativa tenha se tornado massante. Seus ataques pararam de manipular as ações do adversário.


    Croco 4

    Tudo fluiu bem, Narrativa boa, interpretação impecável, mas senti uma leve manipulação dos movimentos do adversário, mesmo de guarda baixa ainda podia usar de algum artificio para esquiva ou defesa.


    Nada demais neste round, alem de um turno cansativo de se ler. No mais o resto foi muito bem descrito e elaborado.


    Round 4 (tá quase)

    Chrono 5

    Você conseguiu inventar o filler no rpg hahahahaha.
    Tirando sua biblia, o turno foi muito bem descrito, mesmo que levando o golpe fazer de tudo para escapar, foi uma otima narrativa, e um final interessante se limitando a usar uma tecnica de cura ao invés de partir pra porrada.


    Croco 5

    Otima narrativa, realmente parecia um episodio final de anime, usando o resto de sua força para derrotar o vilão, interpretação de alto nivel e descrições fantásticas.

    Tirando o filler do Chrono hahaha o resto foi impecavel. Parabéns.



    Round 5 (ufa)

    Chrono 5

    Curti esse final, contra atacar soco com soco, parecia um bom e velho episodio de DBZ, Narrativa Muito boa, e interpretação sempre no mesmo nível.


    Croco 5

    Aquele famoso personagem que mesmo derrotado não se entrega. Perfeito. Narrativa e Interpretação sempre em um nível excelente, gostei bastante da luta, e queria ver mais nesse nivel




    Considerações finais.

    Sem Over Power, alguns erros bestas, e algumas coisas fora de contexto, sei que todos estamos enferrujados, mas vejo que o nivel rpgistico esta sempre em alta.

    Foi meio confuso vocês serem jogados para um canto e irem parar em outro.
    Chrono chegou na arena e ficou brincando e esqueceu de descrever onde o personagem estava o que abriu precedentes para que seu oponente o colocasse onde ele queria.
    Foram erros bobos, mas que podem ser corrigidos.


    Total de pontos:

    Chrono: 25

    Croco: 26


    Por mim seria empate, mas croco foi superior em um turno, infelizmente ele vence, mas não desanime chrono o nivel é bem parecido dos dois e ambos são otimos lutadores foi apenas por um pontinho.


    On…

    Angelus Pousa com duas pessoas em seu dorso, Darsh e Allen, Caim olha para os dois ambos abaixam a cabeça em forma positiva, Caim faz um pequena careta apontando as duas mãos para Gene, mas os dois juizes foram relutantes. O Demonio suspira de cabeça baixa, olha para ambos…

    -Mesmo vocês não sabendo isso era apenas um amistoso pra me descontrair, e nós declaramos All Might o vitorioso… Agora se viram pra sair daqui.

    Os três montam no dragão que iça voo e somem pelo horizonte…
    avatar
    Sieg
    Admin

    Mensagens : 23
    Data de inscrição : 27/01/2016

    FIM DA LUTA

    Mensagem por Sieg em Sab Fev 04, 2017 8:17 am

    Parabéns aos dois!




    Conteúdo patrocinado

    Re: LUTA TERMINADA - Jean Gene X All Might

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Dez 14, 2017 5:00 am